Edit Template

PSP deteve jovem com várias armas brancas suspeito de traficar droga em Santa Maria

A Divisão da PSP de Ponta Delgada, por intermédio da Brigada de Investigação Criminal (BIC) da Esquadra da Vila do Porto, em Santa Maria, deteve um homem, de 20 anos, neste concelho, pelo crime de posse de armas proibidas, no cumprimento da execução de um mandado de busca domiciliária na residência do suspeito. Na sequência de várias informações que apontavam para um possível cenário de tráfico de droga, os investigadores da BIC de Santa Maria realizaram várias diligências que culminaram na emissão de um mandado de busca domiciliária, pela Autoridade Judiciária Competente, efectuada na residência do suspeito, fortemente indiciado do crime de tráfico de estupefacientes.
Assim sendo, e assente no acervo informacional recolhido pelos investigadores da PSP, foi montada uma operação policial, tendo de seguida sido executada uma busca domiciliária, a qual permitiu surpreender e interceptar o suspeito com várias armas proibidas, num total de 7 facas, 4 navalhas, 1 facão, 2 facas ponta e mola e uma soqueira.
Foi ainda possível localizar e apreender várias doses de matéria estupefaciente, 5 telemóveis, 150 euros, em numerário, proveniente da venda de droga e outros artefactos associados à prática do crime, o que garantiu, de imediato, a detenção em flagrante delito, por existirem fortes indícios da prática do ilícito em investigação. O arguido, depois de ter sido presente a interrogatório judicial, ficou sujeito à medida de coacção de Termo de Identidade e Residência.
O Comando da PSP sublinha que “a prevenção e combate ao tráfico de estupefacientes continuará a figurar na lista de prioridades da acção policial estratégica” prosseguida pela Polícia, em toda a Região Autónoma dos Açores, “não só por se continuar a relevar um factor claramente associado à prática de outros crimes, mas também pelo declínio e efeitos nefastos que provoca para a saúde e bem-estar dos consumidores destas substâncias.”
Campanha ‘Sim à Diferença’

O Comando Regional da PSP dos Açores, através das Divisões Policiais, promove a Operação “Sim à Diferença”, no período de 15 a 26 de Janeiro de 2024.
Esta ordem de operações tem como objectivo principal, “a prevenção de todas as formas de discriminação e da prática de crimes motivados por ódio, incutindo nas crianças e jovens visadas pelas acções, o respeito pelas diferenças e pelos direitos humanos”, celebrando simultaneamente a efeméride do Dia Mundial da Liberdade, criado pela ONU e proclamado pela UNESCO. A discriminação assume diversas formas em razão da origem racial e étnica, cor da pele, nacionalidade, ascendência e território de origem ou sobre a identidade de género, “sendo legalmente censurável, atendendo que certos comportamentos constituem ilícitos de mera ordenação social e os outros estão devidamente tipificados na lei penal.”
Tendo em consideração os objectivos do Programa Escola Segura, a PSP entende que, a realização de acções de sensibilização direccionadas para os mais jovens, contribuem, neste contexto, para promover uma melhor percepção, por parte destas camadas etárias, de todas as formas de discriminação e potenciam a promoção do respeito universal pelas diferenças, pela justiça e pelos direitos humanos.

Edit Template
Notícias Recentes
PSP deteve homem suspeito de traficar droga sintética na Ribeira Grande que ficou em prisão preventiva
Câmara da Ribeira Grande solicita activação do regime jurídico-financeiro de apoio à emergência climática
Santa Clara corre risco de perder o título de Campeão da Segunda Liga
Pedro Catarino defende “cultura de diálogo”entre República e Açores sobre gestão do mar
Ministro da Agricultura manifesta em Santarém interesse em reunir com Jorge Rita
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores