Edit Template

Foram registadas nos Açores3,8 milhões de dormidas nos primeiros onze meses de 2023

Nos Açores, no conjunto da hotelaria, alojamento local e turismo no espaço rural, registaram-se 167,9 mil dormidas, o que representa um acréscimo homólogo de 6,4%, de acordo com os dados divulgados pelo SREA, referentes ao mês de Novembro do ano anterior.
O mercado nacional contribuiu com 78,9 mil dormidas (47% do total), apresentando uma diminuição de 1%. Por outro lado, as dormidas dos mercados externos atingiram 89 mil (53% do total), registando um aumento de 14,1%. O número total de hóspedes foi de 58,2 mil, com uma taxa de variação homóloga positiva de 6,9%. Considerando todos os estabelecimentos de alojamento turístico, a hotelaria liderou com 109 mil dormidas (64,9% do total), seguida pelo alojamento local com 53,7 mil dormidas (32%) e turismo no espaço rural com 5,3 mil dormidas (3,1%).
Analisando os mercados externos, os Estados Unidos destacam-se como principal mercado emissor, com 17 mil dormidas, apresentando um crescimento homólogo de 34,7%. Seguiram-se a Alemanha, com 16,7 mil dormidas (18,8% do total) e o Canadá, com 9,8 mil dormidas (11,0% do total), apresentando um crescimento de 55,5%.
No acumulado de Janeiro a Novembro, o arquipélago registou um total de 3 646,8 mil dormidas, um aumento de 15,8% em comparação ao mesmo período do ano anterior. O número total de hóspedes foi de 1141,8 milhares, um aumento de 15,6%, e a estada média situou-se em 3,19 dias.
Entre os meses de Novembro de 2021 e 2023, o pico mais elevado de dormidas nos Açores ocorreu em Agosto, com cerca de 589,8 mil dormidas. A nível nacional, as dormidas em Novembro apresentaram uma variação homóloga positiva de 7,5%.
Considerando apenas a hotelaria e o alojamento local, que representaram 96,9% do total de dormidas em Novembro, registaram-se 162,6 mil dormidas, com uma variação homóloga positiva de 5,5%. O mercado nacional contribuiu com cerca de 77,8 mil dormidas, representando uma diminuição homóloga de 1,4%, enquanto os mercados externos contribuíram com 84,9 mil dormidas, apresentando um aumento de 12,8%. O número de hóspedes atingiu 56,6 milhares, com uma taxa de variação homóloga positiva de 6,2%. De Janeiro a Novembro, na hotelaria e no alojamento local, registaram-se 3 509,8 mil dormidas, um aumento de 15,1% em comparação ao mesmo período homólogo. A ilha de São Miguel registou 116,4 mil dormidas, concentrando 71,6% do total, seguida pela Terceira com 24,4 mil dormidas (15,0%), o Faial com 9,4 mil dormidas (5,8%) e o Pico com 5,7 mil dormidas (3,5%).
Na hotelaria, registaram-se 109 mil dormidas em Novembro, um aumento homólogo de 7,6%. O mercado nacional contribuiu com 59,3 mil dormidas, enquanto os mercados externos contribuíram com 49,7 mil dormidas. O número de hóspedes atingiu 42,1 milhares, com uma taxa de variação positiva de 9,5% em relação ao mesmo mês do ano anterior.
Na hotelaria, de Janeiro a Novembro, registaram-se 2023,5 mil dormidas, um aumento de 6,7% em comparação ao mesmo período homólogo. O rendimento médio por quarto disponível (RevPAR) foi de 26,5 euros, e por quarto utilizado (ADR) foi de 62,8 euros.
Na hotelaria, as ilhas que apresentaram variação homóloga positiva nas dormidas em Novembro foram Graciosa (43,4%), Flores (37,2%), Pico (30,6%), Faial (18,7%), Terceira (10,6%), São Miguel (5,8%) e Santa Maria (3,7%). Em sentido contrário, as ilhas do Corvo (-43,6%) e São Jorge (-30,6%) apresentaram variação homóloga negativa nas dormidas.
No alojamento local, registaram-se 53,7 mil dormidas em Novembro, com uma variação homóloga positiva de 1,6%. O mercado nacional contribuiu com cerca de 18,5 mil dormidas, representando uma diminuição homóloga de 1,3%, enquanto os mercados externos contribuíram com 35,2 mil dormidas, apresentando um acréscimo homólogo de 3,2%. O número de hóspedes atingiu 14,4 milhares, com uma taxa de variação homóloga negativa de 2,6%.
De Janeiro a Novembro, no alojamento local, registaram-se 1486,3 mil dormidas, um aumento de 28,9% em comparação ao mesmo período homólogo. As ilhas que apresentaram variação homóloga positiva nas dormidas em Novembro no alojamento local foram Graciosa (279,2%), São Miguel (4,2%) e Flores (2,9%). Em sentido inverso, as ilhas de São Jorge (-19,4%), Santa Maria (-9,7%), Faial (-7,7%), Terceira (-6,4%), Pico (-5,5%) e Corvo (-2,0%) apresentaram variação homóloga negativa nas dormidas.
O turismo no espaço rural registou 5,3 mil dormidas em Novembro, com uma variação homóloga positiva de 45%. O mercado nacional contribuiu com 1,2 mil dormidas, representando um acréscimo homólogo de 33,0%, enquanto os mercados externos contribuíram com 4,1 mil dormidas, apresentando um acréscimo homólogo de 48,8%. O número de hóspedes atingiu 1,6 milhares, com uma taxa de variação positiva de 40,4% em relação ao mês homólogo.
No período de Janeiro a Novembro, no turismo no espaço rural, registaram-se 137,1 mil dormidas, um aumento de 37,4% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Edit Template
Notícias Recentes
Novo modelo de avaliação externa dos alunos a partir de 2024/2025
Octant Furnas lança nova carta de Verão com sabores dos Açores com assinatura do Chef alentejano Henrique Mouro
Homem de 48 anos detido no Aeroporto João Paulo II por suspeita da prática do crime de posse de arma proibida
Incêndio em casa devoluta nas Laranjeiras
Câmara investe 250 mil euros na requalificação de ruas nas Capelas
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores