Edit Template

Nuno Barata diz que“a grande preocupação dos açorianos é a habitação”

O cabeça de lista da Iniciativa Liberal (IL) pela ilha de São Miguel às Eleições Regionais do próximo dia 4 de Fevereiro e Coordenador Regional do partido, Nuno Barata, defendeu, ontem, que “simplificar procedimentos na relação entre os privados e o Estado/Região, desburocratizar e baixar a carga fiscal sobre as empresas é fundamental” para o sector da habitação nos Açores.
Após visitar as instalações e reunir com a Administração da empresa Marques, SA, na Ribeira Grande, Nuno Barata quis ainda deixar uma mensagem de esperança às novas gerações, referindo que “a investigação e o aproveitamento dos recursos endógenos da Região” são essenciais para o estabelecimento de jovens empresários nos Açores e para o desenvolvimento de novos projectos empreendedores.
“A grande preocupação dos Açorianos, neste momento, é a falta de habitação. A empresa Marques – que foi, até à pouco tempo, uma das maiores promotoras nesta área, retirou-se do mercado da construção da habitação porque, por via da burocracia, dos impostos e dos problemas que são criados pelo Estado aos promotores dos investimentos, a margem de comercialização fica muito baixa e não é possível colocar mais habitação nova no mercado”. Nuno Barata diz que “foi a burocracia que o Estado criou, a carga fiscal que o Estado impôs e os problemas que se criaram às empresas que retirou do mercado a habitação que tanta falta faz aos Açorianos”, frisando que, “aliás, neste momento, a própria Região está a ser confrontada com essa realidade, porque está a tentar recuperar habitação que está abandonada desde a crise do subprime e não está a conseguir fazê-lo, porque está a barrar nas próprias barreiras que o Estado criou”.

Edit Template
Notícias Recentes
FACE A FACE!… com Rui Carvalho e Melo
Francisco Matos: “Há modalidades nos Açores que formam campeões nacionais e que têm pouco apoio institucional na Região…”
Artista plástica Nina Medeiros expõe “Mau Feitio” no Convento de Santo António, na Lagoa
Jovens arquitectos denunciam numa exposição em Lisboa a urgência de proteger a lagoa das Sete Cidades da excessiva fertilização dos solos
Vila Franca do Campo vai ter Núcleo da Cáritas a partir do dia 2 de Março
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores