Edit Template

Câmara Municipal assume-se como “um agente promotor da saúde mental” no concelho em Ponta Delgada

A Vereadora com o pelouro da Acção Social, Cristina Canto Tavares, congratulou a Junta de Freguesia do Livramento pelo décimo aniversário do seu Gabinete de Psicologia e Intervenção Comunitária e afirmou que “a Câmara Municipal de Ponta Delgada assume-se como um agente promotor da saúde mental” no concelho.
“Embora a saúde não faça parte do quadro de competências das autarquias, a Câmara Municipal de Ponta Delgada assume-se como um agente promotor da saúde mental”, referiu a autarca.
Cristina Canto Tavares falava no evento comemorativo do décimo aniversário do Gabinete de Psicologia e Intervenção Comunitária da Junta de Freguesia do Livramento que teve lugar, esta sexta-feira, no Salão de Festas do Divino Espírito Santo.

“Não há saúde
sem saúde mental”

Na ocasião, a Vereadora fez, por isso, saber que a autarquia tem protagonizado medidas e acções concretas para combater o preconceito associado às perturbações mentais e promover a literacia em saúde mental no concelho.
Reflexo disso mesmo, exemplificou, “são alguns dos objectivos estratégicos que constam ao nível dos planos municipais da Juventude, da Igualdade e a Não Discriminação e para o Envelhecimento Activo, mas também no âmbito do protocolo estabelecido com a Ordem dos Psicólogos Portugueses”.
Para Cristina Canto Tavares “não há saúde sem saúde mental”. Conforme sustentou, são “elementos indissociáveis” e é essa a visão que tem guiado a acção do município, correspondendo ao facto de pertencer “ao leque das Cidades Saudáveis do país” e, assim, “aos exigentes parâmetros que lhe são inerentes”.

“É imperativo
Superar tabús…”

Defendendo que é imperativo “superar tabus e combater preconceitos em relação à saúde mental, como a ideia de que é sinal de fraqueza pedir ajuda”, a responsável autárquica aproveitou a ocasião para agradecer o abnegado trabalho desenvolvido pelos profissionais do Gabinete de Psicologia e Intervenção Comunitária da Junta de Freguesia do Livramento. “O profissionalismo e dedicação que colocam em benefício das crianças, jovens e famílias desta freguesia é impagável e quero que saibam que são reconhecidos pela Câmara Municipal de Ponta Delgada”, começou por dizer.
“Uma comunidade com boa saúde mental próspera através do apoio mútuo, empatia e coesão, formando alicerces robustos para enfrentar adversidades e promover o bem-estar geral. Nesse sentido, um grande bem-haja pelo vosso trabalho”, rematou.
O Gabinete de Psicologia e Intervenção Comunitária da Junta de Freguesia do Livramento foi fundado pela psicóloga Carolina Ferreira e é actualmente coordenado por Sara Silva.

Edit Template
Notícias Recentes
Cuidar do nosso património
Flagelo da toxicodependência, falta de habitação e o agravamento da pobreza são as maiores dificuldades que afligem as famílias da Ribeira Seca
Presidente da Assembleia destaca importância do Museu do Parlamento no 1º aniversário
Bombeiros de Ponta Delgada vão transportar Coroado Município na Grande Coroação deste Domingo
“Um dos objectivos que distingue a RARA é a tentativa de afirmação do artesanato como uma profissão de futuro”
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores