Edit Template

Novo Airbus A320neo integra frota da Azores Airlines

A Azores Airlines realizou ontem o seu primeiro voo comercial com a nova aeronave Airbus A320neo (New Engine Option), um voo entre Lisboa e Ponta Delgada, que aterrou no Aeroporto João Paulo II, às 08H40M.
Com tecnologia de última geração, o Airbus A320neo representa um salto significativo em termos de eficiência operacional e consequente redução do impacto ambiental.
Com os seus motores de última geração (High-Bypass) e tecnologia aerodinâmica (asas Airbus Sharklets™), o novo Airbus A320neo, da Azores Airlines, permitirá uma redução de consumo de combustível na ordem dos 20%, redução de emissões de gases e ruídos, custos operacionais mais baixos e maior capacidade de carga, quando comparado com aeronaves da geração anterior.
O novo equipamento da companhia aérea açoriana traz a palavra “PURE” inscrita na sua fuselagem, uma homenagem ao Arquipélago dos Açores, completando, assim, a restante frota.
Este novo modelo de aeronave está inserido no programa de substituição gradual dos modelos Airbus A320 ceo.
O Airbus 320neo da Azores Airlines adoptou uma configuração de 168 lugares. No interior da cabine predominam os tons de azul, do céu e do mar dos Açores, um universo cromático que prevalece na marca SATA Azores Airlines.
A cabine foi personalizada pensando-se em todos os detalhes, dos assentos às anteparas que separam as diferentes áreas. Para tornar o ambiente “ainda mais acolhedor, foi cuidadosamente estudado um esquema de iluminação e de sons de cabine, que pretendem trazer um pouco do pulsar dos Açores para dentro dos aviões que voam com a marca do Grupo SATA”.

Edit Template
Notícias Recentes
Cuidar do nosso património
Flagelo da toxicodependência, falta de habitação e o agravamento da pobreza são as maiores dificuldades que afligem as famílias da Ribeira Seca
Presidente da Assembleia destaca importância do Museu do Parlamento no 1º aniversário
Bombeiros de Ponta Delgada vão transportar Coroado Município na Grande Coroação deste Domingo
“Um dos objectivos que distingue a RARA é a tentativa de afirmação do artesanato como uma profissão de futuro”
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores