Edit Template

Comprar Casa ou Arrendar?

A sonho de comprar casa está muito presente na sociedade portuguesa, porém arrendar é sempre uma decisão que implica menor compromisso. Mas afinal o que é preferível, comprar casa ou arrendar? Esta é uma decisão que te vai assombrar assim que decides viver fora da casa dos pais, e mesmo que já estejas numa casa de renda o dilema continua, já que todos os meses vais pagar uma renda para algo que nunca será teu.
De facto, como já referimos na crónica anterior, ser proprietário da nossa própria casa é um sonho de vida para muita gente, muitas vezes influenciado pela própria sociedade, que assume compra de uma casa como uma etapa obrigatória da vida de qualquer um e representativa de sucesso pessoal e financeiro.
Mas será que o arrendamento é assim tão mau? Vamos tentar esmiuçar as vantagens e desvantagens de cada opção.
No entanto, antes de começar esta análise, tenho de te alertar que aquilo que eu vou falar é apenas com base em fatores financeiros. Se para ti, comprar uma casa é um sonho tão grande que não importa se é a melhor decisão financeira, então acho que deves comprar casa.
É completamente válido termos os nossos objetivos, como ter filhos, por exemplo, mesmo que para isso façamos sacrifícios financeiros. A vida não é só dinheiro e merece ser aproveitada. Para aqueles cuja questão, pelo menos numa primeira fase, é maioritariamente financeira, estás no lugar certo.
Começando pela aquisição de casa própria. Quando compras uma casa, estás a investir numa propriedade que pode valorizar-se ao longo do tempo. Além disso, ser proprietário oferece uma sensação de estabilidade e pertença.
Podes personalizar a tua casa ao teu gosto, sem as restrições frequentemente associadas ao arrendamento, ou até remodelá-la, fazendo aumentar ainda mais o seu valor. Financeiramente, pagar um crédito à habitação pode ser semelhante a pagar uma renda, mas com o benefício adicional de estares a construir um património. No entanto, a compra implica um compromisso financeiro significativo, incluindo o pagamento de uma entrada considerável, custos de manutenção, impostos e, possivelmente, taxas de condomínio.
Estás também mais “preso” a um lugar, o que pode ser uma desvantagem se a tua vida profissional ou pessoal exigir flexibilidade. Basta pensares que se te aparecer uma grande oportunidade de emprego fora do país, vais ter uma maior tendência para a recusar, se tiveres acabado de comprar casa.
Por outro lado, se estás a pensar no arrendamento, tens de considerar as vantagens e desvantagens desta opção. Arrendar oferece uma flexibilidade que a compra não pode proporcionar. Se a tua situação profissional ou pessoal mudar, podes mudar de residência com relativa facilidade. Financeiramente, arrendar não exige um grande investimento inicial e libera-te das responsabilidades de manutenção de uma propriedade. Isso pode ser particularmente atraente se preferires investir o teu dinheiro noutras áreas. No entanto, ao arrendar, estás a pagar por um espaço que nunca será teu. Enfrentas a incerteza de aumentos de renda e a falta de controlo sobre a longevidade do teu contrato de arrendamento. Além disso, o dinheiro gasto em rendas não contribui para a construção do teu património.

Então, qual é o veredito?
Nenhum! Não há uma resposta certa para isso. Vai sempre depender dos teus objetivos em concreto. Se valorizas a estabilidade e tens capacidade financeira para um investimento a longo prazo, a compra pode ser a escolha certa. Por outro lado, se valorizas a flexibilidade ou ainda estás a estabelecer a tua carreira ou vida pessoal, o arrendamento pode ser mais apropriado.Cabe-te a ti a avaliar as tuas necessidades atuais, os teus planos futuros, e a tua situação financeira. Só depois, poderás tomar a decisão mais acertada à tua medida.

Emanuel Teves

Edit Template
Notícias Recentes
Deputada municipal da Povoação quer a freguesia das Furnas sem carros e uma gestão adequada do espaço da lagoa e dos cozidos das caldeiras
Marcelo e Luís Montenegro destacam a excelência da agricultura açoriana no panorama nacional
Confusão com disponibilidade de caixas para o peixe levou intermediários a só comprar peixe a partir das 13 horas
Governo estrutura Parque Marinho dos Açores e delimita as Áreas Marinhas Protegidas Oceânicas e interdita 30% do mar a actividades extractivas
Câmara Municipal de Ponta Delgada promove as XXI Grandes Festas do Divino Espírito Santo de 11 a 14 de Julho
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores