Edit Template

CHEGA defende mais apoio aos bombeiros dos Açores

O CHEGA Açores voltou ontem a denunciar a falta de compromisso da Região para com os bombeiros da Região, depois de ter sido negociada em sede de orçamentos regionais e adjudicada, a aquisição de quatro novas viaturas para as corporações de bombeiros, mas que nunca chegaram.
O cabeça-de-lista do CHEGA Açores pelo círculo de São Miguel às próximas eleições de 4 de Fevereiro, José Pacheco, esteve reunido com os coordenadores regionais do Sindicato Nacional de Bombeiros Profissionais, lamentando que o Governo Regional da coligação não tenha cumprido os compromissos assumidos com o CHEGA e com os bombeiros da Região.
Defendendo, novamente, que os “soldados da paz” devem ser integrados nos serviços do Estado, evitando-se assim a precariedade que muitas Associações Humanitárias têm vindo a sentir nos últimos tempos, José Pacheco voltou a defender a equiparação profissional dos bombeiros às forças de segurança.
Na reunião, onde esteve também a deputada do CHEGA na Assembleia da República, Rita Matias, José Pacheco reconheceu a justa integração dos bombeiros profissionais no Conselho Regional de Bombeiros, aliás, proposto pelo CHEGA na Assembleia Legislativa Regional, mas que acabou chumbado. Evandro Teixeira, Secretário Coordenador Regional do Sindicato Nacional de Bombeiros Profissionais, denunciou também o facto de ainda não ter sido implementado o Estatuto do Bombeiro da Região Autónoma dos Açores, que já foi aprovado há dois anos, “mas continua sem ser aplicado na Região”.

Edit Template
Notícias Recentes
FACE A FACE!… com Rui Carvalho e Melo
Francisco Matos: “Há modalidades nos Açores que formam campeões nacionais e que têm pouco apoio institucional na Região…”
Artista plástica Nina Medeiros expõe “Mau Feitio” no Convento de Santo António, na Lagoa
Jovens arquitectos denunciam numa exposição em Lisboa a urgência de proteger a lagoa das Sete Cidades da excessiva fertilização dos solos
Vila Franca do Campo vai ter Núcleo da Cáritas a partir do dia 2 de Março
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores