Edit Template

Queijaria Furnense lança-se em novos negócios demáquinas agrícolas a partir da sua exploração na Lagoa Seca nas Furnas

Os proprietários da Queijaria Furnense estão a organizar na sua exploração agrícola, na Lagoa Seca, nas Furnas, o primeiro Trator Power Race, acontecimento que será aberto a toda a comunidade e terá início a partir do meio dia.
Paulo Rego, da Queijaria Furnense, referiu que a oportunidade de realização deste evento surgiu quando pesquisou na internet algo parecido e depois de conversar com o pai, que aprovou a ideia, lançou-a no Instagram para ver qual seria a reação dos amigos e interessados. A aceitação foi excelente e assim nasceu o primeiro acontecimento “Trator “Power Race”.
O programa do dia 3 de Fevereiro engloba animação infantil com insufláveis e pedal cars, exposição de animais da raça Aberdeen – Angus e três provas de tractores: uma de esforço, outra de habilidade e ainda outra de cabo de aço. No final, serão entregues troféus aos participantes.
Ao início da noite, por volta das 21 horas, estará ainda prevista animação com as actuações da banda Engle e do dj SoulSky.
No futuro, Paulo Rego ambiciona transformar o evento numa Feira de Máquinas Agrícolas.
“O nosso objectivo é que o evento cresça para poder evoluir para uma feira onde possamos expor uma boa variedade de máquinas agrícolas e onde empresas e empresários do ramo possam trocar ideias, demonstrar o que existe no mercado e fazer negócio, se for o caso. Não podemos também esquecer que a animação será sempre um ponto forte neste certame, bem como as barraquinhas dos comes e bebes, que este ano já serão uma presença confirmada no recinto”, frisou.
O Trator Power Race tem o apoio da Câmara Municipal da Povoação.

Edit Template
Notícias Recentes
FACE A FACE!… com Rui Carvalho e Melo
Francisco Matos: “Há modalidades nos Açores que formam campeões nacionais e que têm pouco apoio institucional na Região…”
Artista plástica Nina Medeiros expõe “Mau Feitio” no Convento de Santo António, na Lagoa
Jovens arquitectos denunciam numa exposição em Lisboa a urgência de proteger a lagoa das Sete Cidades da excessiva fertilização dos solos
Vila Franca do Campo vai ter Núcleo da Cáritas a partir do dia 2 de Março
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores