Edit Template

Sam the Kid ao lado da Escola de Música da vila de Rabo de Peixe para visitar o repertório do hip hop açoriano

MC, produtor e vanguardista, Sam the Kid não é só um dos principais precursores do hip hop nacional, mas também uma das suas mais genuínas e inventivas vozes. A convite do Tremor, Sam junta-se à Escola de Música de Rabo de Peixe para a criação de um espetáculo inédito que gravita em torno do repertório do hip hop açoriano. A construção deste espectáculo contará ainda com a participação de MCs locais que serão convidados a apresentar a sua candidatura através de uma open call a lançar no próximo dia 5 de FGevereiro nas plataformas do festival.
Também no campo das residências de criação, entrega-se, este ano, a coordenação da Orquestra Modular Açoriana ao colectivo americano Marshstepper. A performance-instalação decorrerá, este ano, durante o dia e terá uma duração de nove horas, podendo o público entrar e sair livremente ao longo deste período. A propósito deste projecto, o festival lançará um convite à apresentação de candidaturas no próximo dia 8 de Fevereiro.
Resultado de um trabalho de residências que o projecto local Rádio Vaivém tem vindo a desenvolver em São Miguel, o Tremor receberá um dos primeiros concertos da colaboração entre Pedro Sousa e Felipe Felizardo. O encontro, registado em Novembro de 2023, resultará na edição de um EP, onde a electrónica de Sousa se alia à guitarra de Felizardo para investigar poeticamente a riqueza sonora dos Açores.
Anunciado na passada semana estava já o workshop que o coletivo do Reino Unido All Hands on Deck irá realizar com mulheres, trans e pessoas não-binárias da ilha. Os dois dias de trabalho em torno dos princípios do DJing culminarão com uma apresentação ao vivo a ter lugar no primeiro dia do festival.
A adensar a já eclética lista de concertos que o festival tem vindo a anunciar, confirmam-se as vindas aos Açores da rapper portuense Azia, da banda sensação de Brighton Lambrini Girls, do inebriante percussionista Landrose, dos múltiplos desdobramentos do forró dos Rastafogo, da violinista SUZANA e do freeform techno de Zancudo Berraco.
Pelos clubes dos diferentes espaços do Tremor, actuações a tocar várias geografias de música, com DJ Gaivota, DJ Haram, La Flama, Rezgate, Saya e ZenGxrl.
Já anunciados estavam: Cole Pulice, Colleen, DEAFKIDS, Deli Girls, Estrela, Faizal Mostrixx, Glockenwise, Hetta, Holy Tongue, Idris Ackamoor & The Pyramids, Jards Macalé, Kate NV, La Jungle, Lavoisier, DJ Lynce, Marie Davidson, Meritxell de Soto, Nik Colk Void + Maotik, Poison Ruïn, Prison Affair, P.S. Lucas, PoiL Ueda, Rozi Plain, Romperayo, Sarine e Som Sim Zero.
O Tremor regressa em 2024, entre os dias 19 e 23 de Março.

Edit Template
Notícias Recentes
Deputada municipal da Povoação quer a freguesia das Furnas sem carros e uma gestão adequada do espaço da lagoa e dos cozidos das caldeiras
Marcelo e Luís Montenegro destacam a excelência da agricultura açoriana no panorama nacional
Confusão com disponibilidade de caixas para o peixe levou intermediários a só comprar peixe a partir das 13 horas
Governo estrutura Parque Marinho dos Açores e delimita as Áreas Marinhas Protegidas Oceânicas e interdita 30% do mar a actividades extractivas
Câmara Municipal de Ponta Delgada promove as XXI Grandes Festas do Divino Espírito Santo de 11 a 14 de Julho
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores