Edit Template

Gala do 103º aniversário do Santa Clarafoi um momento para elevar o nome do clubee distinguir o incremento do desporto adaptado

O Presidente do Santa Clara realçou, durante a gala, o desejo da equipa do Santa Clara regressar à I Liga do futebol português, evidenciou a necessidade de proceder a obras no Estádio de São Miguel para que esteja à altura de receber competições europeias e jogos da selecção nacional de futebol e distinguiu o crescimento acentuado de atletas que estão a praticar desporto adaptado no clube.

O Clube Desportivo Santa Clara celebrou o seu 103º aniversário numa gala que decorreu no Teatro Micaelense, na presença de cerca de 600 pessoas, entre as quais entidades privadas e públicas, sendo figura de destaque o Presidente do Governo Regional dos Açores José Manuel Bolieiro. Foram várias as figuras homenageadas, “e o contributo de todos foi importante para o sucesso do evento”.
O Presidente do Clube Desportivo Santa Clara, Ricardo Pacheco, agradeceu a Sidónio Bettencourt “um santaclarista de coração”, por ter dito “sim” como apresentador da gala, “o que certamente só o fez também por lhe correr no sangue o sentir Santa Clara Açores”.
“Nós temos que continuar a valorizar a estreita ligação que existe entre o clube e a SAD que tem sido um sucesso o que só tem sido possível tendo por base sempre as palavras de união e a palavra sustentabilidade”, afirmou.
Ricardo Pacheco disse ser objectivo do clube “colocar o Santa Clara, se Deus nos ajudar e se os sócios nos apoiarem, certamente no patamar maior do futebol nacional”.
“Os Açores e os açorianos e, em particular, os adeptos e simpatizantes e sócios do Santa Clara terão naturalmente orgulho na equipa que decidiram amar. Criamos equipa de sub 23, queremos chegar à primeira liga, queremos colocar os nossos sub 19 na primeira liga e isso é, efectivamente, um objectivo muito importante”, realçou.

Desporto adaptado
está a crescer

“Temos centenas de atletas nos nossos quadros e estes atletas terão certamente um local onde poderão desenvolver as suas qualidades e habilidades. No desporto adaptado um dos nossos lemas é criarmos condições para converter limitações em oportunidades de plena integração desportiva e se em 2019 ou se em 2021 contávamos com 19 atletas no desporto adaptado Santa Clara, hoje caminhamos para 70 atletas”.
Deixou a mensagem que “nos tempos vindos não haverá, se Deus quiser, nenhum jovem com alguma deficiência ou com alguma limitação que não terá o Santa Clara de braços abertos para receber”.
Ricardo Pacheco disse que “estão, também, a desenvolver e a projectar o nosso centro de estágio obra que vai mudar significativamente o futuro do Santa Clara. Teremos as nossas instalações onde os nossos atletas treinarão. Nessa altura, o Santa Clara, certamente, libertará os campos que neste momento usa para treino, para as restantes equipas que se inserem na ilha de São Miguel”.

Estádio de São Miguel
tem de estar apto a
competições europeias

“Nós sabemos que os recursos são limitados, sabemos do apoio que o Governo Regional nos tem dado ao longo dos anos, mas a verdade é que o Santa Clara também entende que devolvido e muito,” disse.
“Para quem não sabe”, informou, o Clube Santa Clara entrega, anualmente, nos cofres da Região, só em impostos uma quantia a rondar os 2 milhões e meio de euros por ano”.
“É preciso, numa parceria que contamos profícua com o nosso Governo Regional, de pensarmos também em melhorar as infra-estruturas que são públicas como o Estádio de São Miguel. É tempo do Estádio de São Miguel estar pronto para receber equipas de competições europeias, para receber a nossa selecção nacional e para permitir que o Santa Clara, quando atingir aquilo que vai atingir, possa, efectivamente, realizar os seus jogos diante do seu povo e das nossas gentes.”

Judith Teodoro distinguida
ao lado de mecenas das Bermudas
dos EUA e Canadá

Durante a gala, Judith Teodoro foi distinguida com o prémio “10 ILHA DIÁSPORA”, na sequência do trabalho que tem desenvolvido com o Clube Desportivo Santa Clara, na área da filantropia.
Marcaram presença na Gala Artur Sousa, radicado em Montreal, no Quebec desde 1974. É considerado um empresário de sucesso e é Presidente e Director Executivo e responsável pela América do Norte e Ásia, do Grupo Worlée.
Artur Sousa é também conhecido por estar envolvido em muitas instituições de caridade e programas na América do Norte e, na Região, a Associação de Emigrantes dos Açores e o Clube Desportivo Santa Clara, “movido pelo amor que tem à sua terra e a causas sociais”.
Luís Garcia, que se fez representar na gala por Gonçalo Monteiro, nasceu na Ilha Terceira e acompanhou a sua família quando decidiram há várias décadas fixar residência nos Estados Unidos. Conhecido na comunidade onde reside, em New Jersey, pelo “seu carácter empreendedor, a generosidade faz parte do seu ADN”. É Presidente e Proprietário da Jersey Shore CML, que produz donuts e entrega-os a mais de 130 locais Dunkin em Nova Jersey.
O advogado Richard Ambrósio também respondeu ao convite dirigido pelo Presidente do Santa Clara. Trata-se de uma figura conhecida na comunidade portuguesa nas Bermudas durante muitos anos.
Actualmente, é Presidente da Associação Cultural Portuguesa do Clube Vasco da Gama. Ajudou a criar os escalões de formação no futebol do Clube Desportivo Santa Clara em 2019 que, actualmente, dá formação a mais de 160 crianças de todas as idades.
Presentemente, Richard Ambrósio é o Director Executivo Interino da Autoridade Reguladora das Bermudas, a entidade que fiscaliza os sectores de electricidade, combustíveis, comunicações electrónicas e cabos submarinos de comunicação.

Edit Template
Notícias Recentes
Finançor e Greenvolt celebram parceria para a instalação de 3.880 painéis solares em superfícies comerciais, hotéis e fábricas
O maior problema de Santo António “é a falta de habitação”, diz o autarca Marco Oliveira
Santa Clara mantém título de Campeão da Segunda Liga
Presidentes da Câmara do Funchal e Ponta Delgada querem polícia municipal formada na PSP
Praia de Monte Verde na Ribeira Grande interdita
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores