Edit Template

Corso de Carnaval com mais de 2.500 participantes animou as ruas de Ponta Delgada

O tradicional Corso de Carnaval, promovido pela Câmara Municipal de Ponta Delgada, realizou-se ontem e contou com cerca de 2.500 participantes, além dos familiares e curiosos que encheram as ruas do centro histórico da cidade. São Pedro ‘colaborou’ e as condições climáticas permitiram a realização do desfile.
À semelhança dos anos anteriores, a concentração teve lugar no Campo de São Francisco, pelas 10h00, terminando no mesmo local por volta do meio-dia. A abertura do desfile foi feita pela banda Back To The Funk, com uma actuação musical marcada por ritmos carnavalescos.
As ruas de Ponta Delgada encheram-se de confetes e serpentinas, que iam sendo deixados pelas crianças e jovens, e também pelos seniores e utentes de instituições de solidariedade social que participaram no cortejo.
Alguns grupos vestiram-se de acordo com um tema específico, já outros tinham liberdade para se disfarçarem do que queriam, mas todos estavam trajados a rigor. Desde os clássicos palhaços, de perucas com as várias cores do arco-íris, aos super-heróis, até outros disfarces como o caricato personagem Sponge Bob, flores, legos, jogadores de futebol, astronautas, pipocas, peixes, piratas, minions, rancho folclórico, entre outros disfarces, todos animaram a festa.
O Jardim de Infância Castelinho Encantado optou por um tema clássico de Carnaval: os palhaços. As crianças, com suas fantasias coloridas, trouxeram alegria e vivacidade ao desfile. A Creche/JI de São Pedro escolheu a temática “jardim”, onde as meninas eram as flores e os meninos os regadores. O Jardim de Infância Coração de Jesus optou pelos minions, já o Jardim de Infância Os Traquinas, cujo lema era “Rumo ao futuro”, vestiu-se de fatos espaciais. A Creche/JI Gente de Palmo e Meio tinha um misto de quebra-nozes, seguidos de uma máquina de pipocas.
O Colégio de São Francisco Xavier desfilou sobre o tema do seu cartaz: “Sede como um girassol na vida do teu irmão!”, com as crianças disfarçadas de girassóis e jardineiros. No Externato A Passarada, podia-se ver desfilar um grupo de crianças a tocar o bombo, seguido de super-heróis, jogadores de futebol, princesas e outros personagens. A Cooperativa de Ensino A Colmeia – disfarces variados, entre ninjas, Minnie, super-heróis, princesas, unicórnios, palhaços e outros. O Jardim Escola João de Deus deixou um apelo à sustentabilidade ambiental, podendo-se ler em um dos cartazes a mensagem: “Ar Puro, Futuro verde: plante árvores.”
Na EBI Canto da Maia o tema foi livre, com crianças trajadas de legos, pipocas, entre outros, e a EB2 Roberto Ivens, com o tema igualmente à escolha, continha jogadores de rugby, smiles, Sponge Bob e outros disfarces. A EB1/JI Matriz apostou no tema do mar, desfilando águas-vivas, estrelas do mar, moluscos e peixes.
Na iniciativa participaram um total de 26 escolas e instituições, mais concretamente seis creches/jardins de infância, cinco escolas básicas integradas, cinco estabelecimentos de ensino privado, três escolas profissionais e sete instituições.
No que toca a escolas, participaram o Jardim de Infância Castelinho Encantado, a Creche/JI de São Pedro, o Jardim de Infância Coração de Jesus, o Jardim de Infância Os Traquinas, a Creche/JI Gente de Palmo e Meio, o Colégio de São Francisco Xavier, o Colégio do Castanheiro, o Jardim- Escola João de Deus, o Externato A Passarada, a Cooperativa de Ensino A Colmeia, a EBI Canto da Maia, a EB2 Roberto Ivens, a EB1/JI Matriz, a EB1/JI Cecília Meireles, a EB1/JI Professor Doutor Alexandre Linhares Furtado, bem como ATLs da Divisão de Desenvolvimento Social da Câmara Municipal de Ponta Delgada.
No que diz respeito a instituições, marcaram presença a Associação de Pais e Amigos das Crianças Deficientes dos Açores, a Seara do Trigo, a Aurora Social, a Casa de Saúde de Nossa Senhora da Conceição, o Centro Intergeracional – Junta de Freguesia de São Sebastião e a Universidade Sénior de Ponta Delgada.
O roteiro do corso percorreu um total de dez ruas do centro de Ponta Delgada, nomeadamente a Rua Luís Soares de Sousa, a Rua Luís Bettencourt Medeiros e Câmara, a Rua de Santa Luzía, a Praça do Município, a Praça Gonçalo Velho Cabral, o Largo da Matriz, a Rua António José de Almeida, a Rua Machado dos Santos, a Rua Marquês da Praia e de Monforte e, por último, a Rua Gil Montalverne Sequeira, terminando no Campo de São Francisco.

Carlota Pimentel/Frederico Figueiredo

Edit Template
Notícias Recentes
FACE A FACE!… com Rui Carvalho e Melo
Francisco Matos: “Há modalidades nos Açores que formam campeões nacionais e que têm pouco apoio institucional na Região…”
Artista plástica Nina Medeiros expõe “Mau Feitio” no Convento de Santo António, na Lagoa
Jovens arquitectos denunciam numa exposição em Lisboa a urgência de proteger a lagoa das Sete Cidades da excessiva fertilização dos solos
Vila Franca do Campo vai ter Núcleo da Cáritas a partir do dia 2 de Março
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores