Edit Template

Câmara de Ponta Delgada em parceria com Instituto São João vai requalificar casa para reabilitar pessoas sem-abrigo

A Câmara Municipal de Ponta Delgada, em parceria com o Instituto São João de Deus, vai requalificar uma habitação destinada à reabilitação de pessoas em situação de sem-abrigo e com problemas de dependência.
“Esta residência procura proporcionar aos utentes que passaram por um tratamento de reabilitação, um espaço que lhes permita retomar o seu projeto de vida. Esta etapa é essencial no processo de recuperação, uma vez que, lhes dá as ferramentas necessárias para fazer uma reintegração gradual na sociedade”, explica Cristina do Canto Tavares, vereadora responsável pela área social.
A criação desta unidade residencial terá o acompanhamento permanente de uma equipa técnica, e permitirá retirar a pessoa em situação de sem abrigo do meio onde sofre pressão dos pares para retomar os consumos, e de situações de grande fragilidade psíquica e exclusão social.
A informação foi avançada no âmbito de uma visita às instalações do Instituto São João de Deus, onde estiveram presentes vários membros da equipa técnica que deram a conhecer as múltiplas valências deste espaço.
“Foi muito enriquecedor para nós, observar in loco, a metodologia de intervenção aplicada em outros casos de sucesso semelhantes ao que queremos desenvolver. Com esta visita conseguimos ver que é possível reproduzir este modelo com resultados reais e concretos, e isso, deixa a todos muito entusiasmados. Penso que esta será uma parceria muito positiva e produtiva”, reforça a autarca.
Cristina do Canto Tavares acrescenta ainda que “é cada vez mais importante conhecermos vários tipos de resposta para pessoas com problemas de saúde mental e adictologia. Todos os dias emergem novos desafios que exigem respostas sociais urgentes e adaptadas às dinâmicas da actualidade. Não há saúde sem saúde mental. É fundamental que tenhamos isso presente em qualquer projeto ou intervenção que façamos”.
Este projecto, que ainda está em fase embrionária, prevê a criação de até oito quartos privados com casa de banho e múltiplas áreas comuns. Esta residência de transição estará localizada na Fajã de Baixo. Há semelhança das outras duas habitações destinadas à reabilitação e reintegração na comunidade, os utentes serão acompanhados por técnicos especializados e incentivados a encontrar uma resposta ocupacional.
O esboço final do projecto será entregue em breve à Câmara Municipal de Ponta Delgada, que depois de avaliar e validar o mesmo, oficializará a assinatura do protocolo com o Instituto São João de Deus.
Ainda neste dia, a vereadora Cristina do Canto Tavares aproveitou o momento para visitar as obras de melhoria das instalações de apoio psicogeriátrico, financiadas pela autarquia no valor de 10 mil euros, na sequência da candidatura de apoio às IPSS em 2023.

Edit Template
Notícias Recentes
“É urgente a necessidade de reduzir o número de utentes por Médico de Família”, diz Maria Teresa Albergaria
Jaime Oliveira foi um dos cinco açorianos que ao lado de Salgueiro Maia desceram de Santarém a Lisboa no dia 25 de Abril de 1974: “Tive medo…”
“Temos muita fé no Divino Espírito Santo”, afirmamos mordomos dos Remédios da Bretanha
Câmara de Ponta Delgada estuda solução para o trânsito na Alameda de Santa Teresa
19 medalhas de ouro, 19 de prata e 18 de bronze no Campeonato Regional das Profissões
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores