Edit Template

Magia das camélias em flor renova-se no Parque Terra Nostra nas Furnas

À medida que a Primavera se aproxima, a magia das camélias em flor renova-se no Parque Terra Nostra, em São Miguel, nos Açores, casa de mais de 800 cameleiras diferentes que revelam um espectáculo único da Natureza. Em homenagem à beleza e à delicadeza destas flores icónicas, que inspiraram obras literárias, peças de teatro e óperas, o Parque Terra Nostra e o Terra Nostra Garden Hotel, que integram a Bensaude Hotels Collection, organizam uma série de iniciativas, até 20 de Março, que também refletem a riqueza simbólica do romance “A Dama das Camélias”, de Alexandre Dumas Filho.
O Terra Nostra Garden Hotel está a convidar “os amantes da natureza, hóspedes e visitantes a mergulharem num universo botânico de complexidade, efemeridade e descoberta”, celebrando a época do “Florescer das Camélias”, um período em que as camélias são a atracção principal, “enchem de cor os diferentes espaços e dão o mote às várias iniciativas que recuperam a simbologia dos relacionamentos humanos e da natureza efémera da vida, tal como foi imortalizada por Dumas”.
Neste contexto, o programa proposto pelo Parque Terra Nostra e Terra Nostra Garden Hotel inclui:

  • Paixão e Amor pelas camélias. Exactamente o que Carina Costa, engenheira agrónoma do Parque Terra Nostra, pretende partilhar no workshop de grande sucesso em anos anteriores e que volta a acontecer a 2 de Março. “Tal como na história do famoso autor francês, a intensidade do romance entre Carina Costa e as camélias resultou num relacionamento sério. A sua dedicação de mais de uma década e o conhecimento profundo sobre a história, o cultivo, a propagação e os desafios fitossanitários das cameleiras” são abordados nos momentos no programa de 4 horas, que inclui uma visita guiada ao Parque, um chá de Camellia sinensis acompanhado de produtos regionais e, ainda, a masterclass “Garden to Table”, do Chef Nuno Gonçalves, que no final da visita irá ensinar a preparar um prato com texturas de Camélia Japónica e uma sobremesa especial;
  • Pureza e Inocência que tornam as descobertas da visita guiada à Colecção de Camélias do Parque Terra Nostra “ainda mais deslumbrantes”. Esta experiência, definida por anteriores participantes como “única”, é conduzida pela engenheira agrónoma Carina Costa, no dia 9 de Março, e promete impressionar curiosos e apaixonados. Será uma jornada “enriquecedora e inspiradora que revela segredos e curiosidades sobre a história e o cultivo desta flor tão emblemática.” A visita, com lugares limitados, inclui uma entrada no Parque para usufruir mais tarde. O Parque Terra Nostra também colabora com a Câmara Municipal da Povoação na organização de uma exposição de camélias no Pavilhão Multiusos das Furnas, que apresenta camélias cedidas pelo próprio Parque;
  • A vida efémera das camélias, representada nos cocktails e menus alusivos às camélias são servidos no bar The Gardener, no Terra Nostra Sushi Bar e no Restaurante Terra Nostra. Capturando a beleza transitória das flores, “em sabores e aromas únicos, celebra-se a fugacidade e a preciosidade de cada momento proporcionado pelas camélias”;
  • A devoção eterna “à beleza das camélias” inspirou ainda o Terra Nostra Wellness Place, no Terra Nostra Garden Hotel, a criar um lifting facial com efeito anti-aging, com produtos IGNAE, projetados para “fortalecer o bem-estar e proporcionar relaxamento e cura”.
    “Este momento é resultado do cuidado dedicado à preservação e ao cultivo das camélias, bem como um testemunho do nosso compromisso contínuo com a preservação ambiental e a promoção da biodiversidade. No Parque Terra Nostra, valorizamos profundamente cada ciclo da natureza e estamos focados em proporcionar um ambiente que inspire conexão e respeito pela vida natural”, afirma Carina Costa, engenheira agrónoma do Parque Terra Nostra.

Edit Template
Notícias Recentes
Mulheres em situação de sem-abrigo em São Miguel estão “em profundo sofrimento psicológico pela situação em que vivem”
Sónia Melo distinguida com o Prémio Cinco Estrelas Regiões na categoria chef privada
“O folclore é sempre o parente mais pobre da cultura”, afirma Filomena Loura, Presidente do Grupo Folclórico da Lomba do Cavaleiro
Tem crescido o número de caravelas-portuguesas avistadas nas zonas balneares do continente e Açores
Comunidade açoriana de Rhode Island apela a David Neeleman para a Breeze Airways fazer voos directos para os Açores
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores