Edit Template

Paulo Moniz considera urgente a revisão da Leidas Finanças dasRegiões Autónomas

O cabeça-de-lista da Aliança Democrática (AD) pelos Açores, Paulo Moniz, considera urgente uma revisão da Lei das Finanças Regionais (LFR) “que responda aos desafios da actualidade e não esteja parada no tempo”.
“A revisão é possível através de iniciativa na Assembleia da República, com o envolvimento de todas as forças políticas, de modo que a nova lei responda aos desafios da actualidade, em vez de constituir uma limitação à capacidade de prestarmos serviços de proximidade e autónomos”, afirmou.
Em declarações à comunicação social, à saída de uma reunião com o Conselho Económico e Social dos Açores, o candidato da coligação PSD/CDS-PP/PPM salientou que o reforço das verbas a transferir para a Região depende desta iniciativa.
“Todos os serviços prestados nos Açores, da Saúde à Educação, são materializados por via de verbas do Orçamento de Estado. No entanto, estas são quantificadas ao abrigo da LFR em vigor desde 2013, sem qualquer actualização até à data”, reparou.
Paulo Moniz apontou que a prestação destes serviços evoluiu, a par do custo associado, “e para que se mantenha a prestá-los, sem discriminação em relação ao Continente, há que fazer um reforço das verbas”.
Ao que acrescenta que, tal só será possível através “de uma actualização da Lei de Finanças Regionais, porque só com verbas suficientes para manter a dignidade e o nível de qualidade dos serviços do Estado na Região é que se garante a continuidade e coesão social e territorial”.
O cabeça de lista da AD pelos Açores entende que “a Autonomia assenta também na capacidade de as entidades regionais prestarem serviços equivalentes ao que existe no todo nacional, tendo também a República, neste sentido, de cumprir a sua obrigação de subsidiariedade”, finalizou, na altura, o cabeça de lista da Aliança Democrática pelos Açores, Paulo Moniz

Edit Template
Notícias Recentes
Mulheres em situação de sem-abrigo em São Miguel estão “em profundo sofrimento psicológico pela situação em que vivem”
Sónia Melo distinguida com o Prémio Cinco Estrelas Regiões na categoria chef privada
“O folclore é sempre o parente mais pobre da cultura”, afirma Filomena Loura, Presidente do Grupo Folclórico da Lomba do Cavaleiro
Tem crescido o número de caravelas-portuguesas avistadas nas zonas balneares do continente e Açores
Comunidade açoriana de Rhode Island apela a David Neeleman para a Breeze Airways fazer voos directos para os Açores
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores