Edit Template

Recados com amor…

Meus Queridos! A Bolsa de Turismo de Lisboa, que é conhecida por “BTL”, abriu no dia 28 de Fevereiro a edição de 2024, em que os Açores estiveram em peso na cerimónia inicial, com a comitiva composta pelo Presidente Bolieiro, o Vice-presidente, Artur Lima, a Secretária Regional do Turismo, Berta Cabral e a Presidente do Conselho de Administração da  Visit Azores, Rosa Costa…. O Presidente do Governo elogiou a evolução do turismo nos Açores, alegando que o ano passado foram batidos todos os recordes, que permitiu a Região receber alguns dos mais importantes prémios mundiais do sector – a começar pelo galardão de “Melhor Destino Mundial de Turismo de Aventura”, atribuído pela World Travel Awards… isto além dos Açores passarem a ser a primeira região arquipelágica do mundo com certificação de “Destino Turístico Sustentável” … como disse o meu rico Presidente Bolieiro, que soube “vender” bem o produto, … mas, a minha prima Maria das Dores diz que espera agora que o Governo que foi apresentado pelo Presidente José Manuel Bolieiro ao Representante da República e que irá tomar posse amanhã, um mês depois das eleições Regionais, não se esqueça de incluir no seu Plano para 2024 a requalificação que é preciso fazer nas inúmeras estradas das várias Ilhas que compõem a rede viária regional e municipal que têm os pisos gastos, e em muitos casos com inúmeras covas no asfalto, dando cabo dos suportes das viaturas… Maria das Dores diz que essa requalificação tem de ser em parceria com as Câmaras Municipais que apostaram nas “ciclo vias para poderem beneficiar dos fundos comunitários, mas sem impacto na rodovia… O que vale ainda são as SCUT, que ainda vão demorar anos a serem pagas… mas que têm mantido a indispensável recuperação do piso das vias que estão a seu cargo, embora haja uns remendos que é preciso corrigir…. Maria das Dores diz que não é só querer turismo… algum dele deixando muito a desejar… e que andam de mochila às costas com uns papos-secos e umas laranjas… para não falar nalguns que são grandes apreciadores das sintéticas que são muito baratas e de fácil aquisição!….

Meus Queridos! A campanha para as eleições nacionais a 10 de Março está na estrada e as televisões vão-se encarregando de mostrar como decorrem os comícios, os almoços e jantares, assim como as chamadas arruadas … que têm por objectivo levar a mensagem de cada um até ao eleitorado…. Estas eleições são diferentes, porque segundo tem sido noticiado,… na corrida entrou a Inteligência Artificial que está encarregue de criar vídeos e notícias falsas, levando aos eleitores mensagens que vão influir nos resultados eleitorais… A minha prima Maria da Praia disse-me que as entidades encarregues do combate às fake news já estão no terreno para apanhar os autores de tamanha proeza… quando se pensava que isso acontecia só na América e na Rússia com Trump e Putin no comando… É caso para dizer: meus queridos tenham tino e não se deixem embalar pelas “balelas” que vão aparecendo nas redes sociais e nas plataformas ao serviço dos “aldrabões” e vendedores da “banha da cobra”. Se não sabem, vão ainda a tempo de aprender a destrinçar a verdade da mentira e não se deixem ir pelos “vendedores de banha da cobra” que enxameiam as redes sociais com a ajuda da Inteligência Artificial que está preparada para derrubar a democracia e implantar ditaduras que se sabe como começam e não se sabe como acabam, tal como acontece na Rússia de Putin ….

Ricos! Na ocasião em que o Presidente do PSD Luís Montenegro era “baptizado” na BTL com uma lata de tinta verde por um dos “maluquinhos” denominados defensores do ambiente, o meu querido Presidente Marcelo, fazia uma aparição na Bolsa de Turismo de Lisboa que decorre na FIL, isto depois de tanto tempo em que se recolheu ao silêncio, “refugiando-se certamente na meditação” à moda dos eremitas, repassando o filme dos seus mandatos, e assinando alguns Decretos que o cessante Governo ainda tinha na gaveta… Depois da demissão do Primeiro-ministro António Costa, o Presidente Marcelo encerrou os comentários diários que fazia, a qualquer hora do dia e da noite… deixando tão pesarosos os jornalistas que perderam aquele filão que dava para preencherem parte dos noticiários a que estavam obrigados… O aparecimento na BTL,… que para muitos dos que andam sempre com o microfone na mão estavam ávidos por uma opinião ou comentário do Presidente,… parecia um milagre provindo de Fátima, mas coitados!… ficaram-se apenas pelo desejo… já que Marcelo manteve-se mudo e quedo quanto aos comentários… nem mesmo para lamentar o “atentado” que “danificou” as vestes de Luís Montenegro que ficou com o fato mais verde do que “negro”… acção que mereceu o repudio de lideres partidários, desde Pedro Nuno Santos, do PS, que condenou “qualquer protesto no âmbito de uma campanha democrática dizendo que “Temos que saber respeitar, este é um momento muito importante da nossa democracia”… Pedro Nuno Santos disse não ter conhecimento desse protesto mas lamento “profundamente”. “Acho que ele não se deve repetir e nós temos que respeitarmo-nos a todos”, …enquanto Mariana Mortágua disse que o ataque ao PSD é um ataque à liberdade na campanha eleitoral e portanto à democracia. Se os autores desta acção alegam uma causa justa, então são os piores defensores dessa causa…. Para Inês de Sousa Real, do PAN lamentou a forma do protesto, dizendo: “Não nos parece que é a forma mais correcta de lutar contra as alterações climáticas”.

Meus Queridos! O Jornal que tão generosamente me acolhe no seu seio publicou no primeiro dia de Março uma entrevista ao aluno do 12º ano da Escola Antero de Quental, Simão Assunção, que tem 18 anos e quer prosseguir os seus estudos universitários no Porto e licenciar-se em Jornalismo. O Simão é um herói porque é um aluno de 17 valores, tem uma paralisia cerebral que não lhe impede de prosseguir os seus sonhos… sendo por isso um exemplo que merece ser conhecido pelo seu saber, pela resiliência que tem e pela acção que tem desenvolvido, deslocando-se a escolas para falar sobre a sua vida e os sonhos que tem para futuro. É raro conhecer-se jovens deste calibre e por isso obrigado pelo exemplo que ele dá aos jovens da sua idade, que devem ter como exemplo a força que nos inspira o Simão Assunção, que numa cadeira de rodas prossegue os seus sonhos, sendo por isso um exemplo para os jovens, merecendo por isso um agradecimento do Director do Jornal Correio dos Açores, que me pediu para o incluir nos meus habituais recadinhos semanais. Tudo de bom para o Simão, porque ele merece!

Ricos: Estamos em pleno tempo de quaresma, o que significa, para nós, açorianos, tempo de romarias de homens e mulheres, que se põem a caminho pelas estradas da ilha. Uma amiga da minha prima Esperança, que vive no Canadá, acompanhou a par e passo os 2 ranchos de romeiros que vieram de propósito a São Miguel para percorrer a ilha, graças às redes sociais que reproduzem-se como moscas a fazerem lives no Youtube para todo o mundo ver… mas, não há bela sem senão… e o que aconteceu… foi que os penitentes não conseguiram ter momentos próprios para descansar em paz, mesmo quando tiveram de repousar um pouco das longas caminhadas que iam fazendo, porque de seguida lá iam os acompanhantes como que paparazzis, atrás dos ranchos para obterem as melhores imagens e assim ganharem mais visualizações…. Pelo que me disse a minha prima, tal acontece da mesmíssima maneira com os outros 54 ranchos da ilha, que são importunados com a captação de imagens sem pedirem nenhuma autorização… As romarias deixaram de ser o que eram e já lá vai o tempo em que só se encontravam com a família a meio da semana para repor o farnel. Actualmente, todos os ranchos são visitados por familiares e amigos que lhe vão dar de comer e beber, invocando promessas feitas. Salva-nos o Senhor dos Passos que não deve ficar muito contente com tamanha bagunça que vai por aí à volta das romarias.

Ricos: A minha amiga Roberta telefonou-me um destes dias perguntando se eu sabia do alvoroço que vai por aí com a organização da celebração do cinquentenário a assinalar o 7º ano do Liceu de Ponta Delgada… Disse-lhe que na verdade tinha tido conhecimento de que estavam a preparar um evento para celebra a data, porque o marido da minha sobrinha-neta faz parte daquela geração de ouro do Liceu, onde se destacaram inúmeras personalidades que marcaram a sociedade micaelense e não só, porque havia muitos alunos de fora de São Miguel, pois na altura não havia liceus em muitas das nossas ilhas. Acontece que, alguns dos alunos da época que andavam “desaparecidos em combate” por terras estranhas… deram sinal de si, graças às redes sociais que estão a juntar muitos antigos alunos, que propositadamente virão a São Miguel ao fim de mais de 30 anos… para estarem presentes no jantar que está a ser preparado diligentemente com todos os “r’s” e “s’s”, por um grupo liderado sobretudo pelo Fernando Sousa e pela Berta Custódio…. Ainda falta algum tempo para no dia 26 de Abril se juntarem no “Q’ÉNosso”,… mas mais de 130 pessoas já se inscreveram e marcarão o ponto, respondendo, assim, à chamada. Segundo me contou a minha sobrinha-neta, muitas são as histórias antigas que estão a ser revividas no grupo do whatsapp que criaram para o efeito, não esquecendo muitas peripécias que se viveram naqueles longínquos tempos, ao ponto de se desejar que “o tempo volte p’ra trás”, tal como dizia a canção do saudoso Tony de Matos. A minha sobrinha-neta está em pulgas para conhecer o programa final das celebrações, que não esquecerão os que, entretanto, infelizmente não poderão estar presentes porque já partiram tão cedo desta vida descontente, e repousam no Céu eternamente.

Edit Template
Notícias Recentes
“Câmara Municipal de Ponta Delgada deixou praticamente de investir na vila das Capelas nos últimos anos”, afirma Manuel Cardoso
“Sou um bocadinho vulcão dos Açores e as minhas equipas reflectem essa personalidade,”assume a treinadora do Sporting, Mariana Cabral
Marcha com mais de 100 marchantes jovens promete hoje muita “brincadeira e diversão” nas Festas do São João da Vila
“Estas ilhas oferecem-nos sensibilidade, alegria, amor e dádiva que nenhum outro lugar do mundo oferece,” afirma António Rego
Maycon Melo veio de Mato Grosso no Brasil para os Açores para fazer do sushi a sua vida
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores