Edit Template

IL defende que “Portugal precisa de investimentoprivado como de pão para a boca”

O cabeça de lista da Iniciativa Liberal (IL) pelos Açores às eleições Legislativas do próximo dia 10 de Março, José Luís Parreira, acredita que “é possível ficar nos Açores, é possível ficar em Portugal” em vez de emigrar em busca de melhores condições de vida, defendendo para tal que “Portugal precisa de investimento privado como de pão para a boca”.
Numa acção de campanha na Universidade dos Açores, junto dos estudantes do ensino superior da Região, o candidato liberal preconizou que “é hora deste País entrar num rumo de crescimento económico, porque podemos crescer, porque temos de crescer se quisermos cumprir as responsabilidades que o tempo colocará à nossa frente”. E como é que se cresce a economia? José Luís Parreira insiste na receita: “Atraindo investimento. Portugal precisa de investimento privado como de pão para a boca, porque os recursos públicos são muito limitados. A chave para atrair investimento está em reduzir a nossa despesa pública em 4% do Orçamento de Estado, para baixar os impostos – IRS e IRC”.
Seguindo à risca a receita defendida pelos liberais, o cabeça de lista açoriano diz que acredita que “é possível ficar”, porque “temos as qualificações, a inteligência e a capacidade de trabalho” e, por isso, “há potencial para produzirmos nesta terra muitos dos produtos que importamos”.
Para tal, acrescenta, “só temos de encorajar o investimento privado, só precisamos de atrair o investimento que empregue a geração mais bem qualificada de sempre, porque o trabalho à distância é uma nova realidade e permite-nos exportar tecnologia e serviços para todo o Mundo, a partir dos Açores”.

Edit Template
Notícias Recentes
“Câmara Municipal de Ponta Delgada deixou praticamente de investir na vila das Capelas nos últimos anos”, afirma Manuel Cardoso
“Sou um bocadinho vulcão dos Açores e as minhas equipas reflectem essa personalidade,”assume a treinadora do Sporting, Mariana Cabral
Marcha com mais de 100 marchantes jovens promete hoje muita “brincadeira e diversão” nas Festas do São João da Vila
“Estas ilhas oferecem-nos sensibilidade, alegria, amor e dádiva que nenhum outro lugar do mundo oferece,” afirma António Rego
Maycon Melo veio de Mato Grosso no Brasil para os Açores para fazer do sushi a sua vida
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores