Edit Template

ACAPO: 29 anos de trabalho em prol da inclusão dos açorianos invisuais

No próximo dia 16 de Março, a Delegação dos Açores da ACAPO assinala o seu 29.º Aniversário. Para assinalar a data, vai promover uma sessão comemorativa nas suas instalações, sitas na R. de Santa Catarina, n.º 53 A, em Ponta Delgada, com início pelas 14h30.
Do programa comemorativo, entre outros momentos, fazem parte a apresentação dos novos serviços da Delegação, que se encontra “em permanente crescimento, em prol da melhoria da qualidade de vidas das pessoas com deficiência visual do arquipélago” e o agradecimento público, através da entrega de Testemunhos de Gratidão, a duas entidades que apoiaram a ACAPO no último ano: a Associação Atlântica de Apoio aos Doentes de Machado Joseph e a Diredção Regional das Obras Públicas.

O que é a ACAPO
A ACAPO – Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal é a instituição que defende e representa os interesses dos cidadãos com deficiência visual no nosso país. Tem quase 100 anos de história de associativismo e pugna há mais de 30 anos pela defesa dos direitos e interesses das pessoas com deficiência visual de Portugal, as quais também são representadas junto de entidades nacionais e internacionais com trabalho na área da deficiência visual. Tem 12 delegações, espalhadas pelas principais capitais de distrito, 3 delegações do Departamento de Apoio ao Emprego e Formação Profissional, 3 CAVI – Centros de Apoio à Vida Independente, e um Centro de Produção Documental. Com estas estruturas dá vida à habilitação e reabilitação das pessoas com deficiência visual de todas as idades, incluindo apoio psicológico e social, treino de orientação e mobilidade, treino de actividades da vida diária, ensino do Braille e das tecnologias de informação e comunicação, realiza acções de formação e apoia a procura de emprego e colocação no mercado de trabalho, disponibilizamos assistência pessoal a mais de 150 pessoas a nível nacional, produz informação e materiais em formatos e suportes acessíveis. Conta diariamente com o empenho de 150 colaboradores que, aos mais diversos níveis, têm sempre em vista a reabilitação e inclusão das pessoas com deficiência visual.

Edit Template
Notícias Recentes
“Câmara Municipal de Ponta Delgada deixou praticamente de investir na vila das Capelas nos últimos anos”, afirma Manuel Cardoso
“Sou um bocadinho vulcão dos Açores e as minhas equipas reflectem essa personalidade,”assume a treinadora do Sporting, Mariana Cabral
Marcha com mais de 100 marchantes jovens promete hoje muita “brincadeira e diversão” nas Festas do São João da Vila
“Estas ilhas oferecem-nos sensibilidade, alegria, amor e dádiva que nenhum outro lugar do mundo oferece,” afirma António Rego
Maycon Melo veio de Mato Grosso no Brasil para os Açores para fazer do sushi a sua vida
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores