Edit Template

Jovem suspeito de vender haxixe à porta de uma escola da Lagoa está em liberdade

O Comando Regional da PSP, através da Esquadra da Lagoa, da Divisão Policial de Ponta Delgada, deteve, em flagrante delito, um jovem, de 22 anos, suspeito da prática de um crime de tráfico de estupefacientes, nas imediações de um estabelecimento de ensino.
No decurso de várias acções de policiamento e visibilidade que a equipa do Modelo Integrado de Policiamento de Proximidade do programa Escola Segura, da Esquadra da Lagoa tem efectuado nos vários estabelecimentos de ensino sedeados no concelho da Lagoa, foi possível referenciar um suspeito que se dedicava à venda de haxixe aos vários estudantes que o procuravam.
Face aos fortes indícios da prática de um crime de tráfico de estupefacientes agravado, a equipa policial avançou para uma abordagem ao suspeito quando se encontrava nas imediações de um estabelecimento de ensino, situado na freguesia de Nossa Senhora do Rosário, concelho da Lagoa, local onde veio a ser localizado e apreendido na sua posse 28 doses de haxixe e quantias monetárias que se suspeita ser resultado do lucro da venda de drogas.
Através de diligências de investigação subsequentes, foi possível apurar que o estupefaciente apreendido na posse do arguido não se destinava ao mero consumo e tinha como finalidade a venda directa aos consumidores da referida substância, o que garantiu a sua detenção em flagrante delito e apresentação do processo ao crivo de um Magistrado do Ministério Público de Ponta Delgada.
Após ter sido sujeito a 1º interrogatório judicial, o Juiz de Instrução Criminal aplicou ao arguido as medidas de coação de apresentações periódicas perante as autoridades e proibição de se aproximar de estabelecimentos de ensino.
O Comando Regional dos Açores relembra que “visando diagnosticar, prevenir e intervir nos problemas de segurança das escolas, dispõe em todas as esquadras de concelho de equipas associadas ao Programa Escola Segura, que zelam pela segurança e vigilância das áreas escolares, pela prevenção da delinquência juvenil, pela detecção de problemas que possam interferir na segurança dos cidadãos e pela detecção de cifras negras no seio das comunidades escolares”.

Edit Template
Notícias Recentes
Mulheres em situação de sem-abrigo em São Miguel estão “em profundo sofrimento psicológico pela situação em que vivem”
Sónia Melo distinguida com o Prémio Cinco Estrelas Regiões na categoria chef privada
“O folclore é sempre o parente mais pobre da cultura”, afirma Filomena Loura, Presidente do Grupo Folclórico da Lomba do Cavaleiro
Tem crescido o número de caravelas-portuguesas avistadas nas zonas balneares do continente e Açores
Comunidade açoriana de Rhode Island apela a David Neeleman para a Breeze Airways fazer voos directos para os Açores
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores