Edit Template

Diogo Teixeira Diasvenceu 5.ª ediçãodo UC 3 Minutos de Tese

“O ilhéu de Vila Franca do Campo:
musealização de uma paisagem cultural”

Diogo Teixeira Dias, aluno de Doutoramento em Património Cultural e Museologia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra é o vencedor da edição deste ano do concurso UC 3 Minutos de Tese (UC3MT), uma competição académica que desafia os estudantes a comunicar a tese em apenas três minutos. A distinção foi pela apresentação da temática da tese, neste concurso de Comunicação de Ciência.
“O ilhéu de Vila Franca do Campo: musealização de uma paisagem cultural” é o tema da tese de Diogo Teixeira Dias, natural de Coimbra e a residir nos Açores há seis anos, onde trabalha como arqueólogo do Município de Vila Franca do Campo. A sua apresentação convenceu o júri da competição entre todas os candidatos a esta 5.ª edição do concurso, cuja final decorreu na Sexta-feira no Pavilhão Centro de Portugal. «Participei, francamente, pelo interesse na formação intensiva de dois dias que antecede esta apresentação. Por isso, ser o vencedor foi uma surpresa, inesperado, mas também um motivo de grande satisfação, em particular pela projecção que poderá dar dos Açores, em particular de Vila Franca do Campo», confirmou ao ‘Diário de Coimbra’.
Diogo Teixeira Dias é agora candidato da Universidade de Coimbra à final desta edição da competição, que decorre a 6 de Junho, na Finlândia, após um período de avaliação dos candidatos das cerca de 40 universidades europeias envolvidas no concurso, do qual resultarão os três finalistas. «Seria excelente poder projectar os Açores, através da minha apresentação, a nível internacional», confirma ao Diário de Coimbra Diogo Teixeira Dias que, caso fique entre os três finalistas, se candidata a um prémio de 2.000 euros (1.º lugar) ou a 1.500 euros (2.º e 3.º lugares).
Com a tese de Doutoramento ainda «numa fase embrionária», Diogo Teixeira Dias confirmou ao ‘Diário de Coimbra’ que participar nesta competição, além da vitória, lhe permitiu «perceber o caminho» que quer para o seu trabalho. «É um exercício de síntese que não é nada fácil, mas que acaba por ser muito importante, até para o meu trabalho futuro», rematou
Da Engenharia Mecânica à Enfermagem, da Psicologia à História de Arte, foram várias as áreas em destaque durante esta edição do concurso, que, nesta edição, contou com a participação de finalistas, prontos para, em três minutos, apresentarem as respectivas teses de doutoramento à comunidade para encontrar o representante da UC na terceira fase da competição internacional do Coimbra Group.
Além de Diogo Teixeira Dias, o grande vencedor desta edição, foram ainda escolhidos pelo júri Diogo Lemos, que ficou em segundo lugar, com a tese “Símbolos e signos de autoridade e poder na arte portuguesa: O Paço das Escolas da Universidade de Coimbra” do Doutoramento História da Arte da Faculdade de Letras da UC. Em terceiro lugar, ficou a tese de Maria Inês Caçador Vieira, aluna do Doutoramento em Psicologia da Faculdade de Psicologia e de Ciência da Educação da UC com o tema “Mental health at university: Development and testing of a brief internet-based Unified Protocol for Transdiagnostic Treatment of Emotional Disorders intervention for students in the transition to university” .
João Ramalho-Santos, vice-reitor da Universidade de Coimbra e director do IIIUC foi o presidente do júri do UC3MT, composto por elementos internos e externos, o que dá «uma perspectiva global da Universidade».
A competição, que vai já na 5.ª edição tem deixado todos na organização «muito orgulhosos», garante Ana Santos Carvalho, responsável da comunicação de ciência do Instituto de Investigação Interdisciplinar da UC, citada em notícia da notíciasuc.pt. «É uma oportunidade fantástica de conhecer melhor do que está a ser investigado na Universidade e uma forma de deixar as primeiras sementes junto dos nossos estudantes de doutoramento para que se tornem investigadores preocupados pela forma como partilham a ciência que desenvolvemos com a sociedade», garante.

Edit Template
Notícias Recentes
Mulheres em situação de sem-abrigo em São Miguel estão “em profundo sofrimento psicológico pela situação em que vivem”
Sónia Melo distinguida com o Prémio Cinco Estrelas Regiões na categoria chef privada
“O folclore é sempre o parente mais pobre da cultura”, afirma Filomena Loura, Presidente do Grupo Folclórico da Lomba do Cavaleiro
Tem crescido o número de caravelas-portuguesas avistadas nas zonas balneares do continente e Açores
Comunidade açoriana de Rhode Island apela a David Neeleman para a Breeze Airways fazer voos directos para os Açores
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores