Edit Template

Santa Clara “B” mais perto do título

A turma B do Santa Clara está mais próxima de se sagrar campeã da ilha de São Miguel de futebol, depois de vencer o Vale Formoso.
O triunfo por 4-0 começou a ser construído no primeiro minuto por Edgar Costa, que aumentou para 2-0 aos 20m e fixou o “hat trick” aos 43m. Na segunda parte registou-se o 4-0 através de Vinicius Júnior, aos 55m. São 53 golos em 11 jogos, com 4 sofridos e com o total de pontos.
Atendendo à importância do encontro, o Santa Clara B apresentou no meio campo Isaac Valença e Mateus Sarará, que, por lesões, não jogavam desde 29 de Janeiro e 10 de Janeiro, respectivamente.
O Vale Formoso, que jogou de forma aberta com uma equipa com outra rodagem, ficou a 6 pontos do Santa Clara B quando lhe faltam quatro jogos.
O Águia dos Arrifes, com quatro vitórias e um empate nos cinco jogos finais, subiu ao terceiro lugar, após o triunfo em Água de Pau, cujo representante, o Santiago FC, perdeu seis dos últimos sete desafios.
André Torres (5m) e João Medeiros (14m) marcaram pelo Águia.
O Marítimo SC regressou aos três pontos depois de duas derrotas seguidas, mas sentiu dificuldades ante o Sporting Ideal que continua sem pontuar.
O Vasco da Gama atrasou-se ao empatar na Fajã de Cima com o Oliveirenses. Esteve a ganhar por 2-0 ao intervalo, mas consentiu dois golos na segunda parte de um “Oliva” que não ganha há cinco jogos. Este empate surge após quatro derrotas seguidas.
Resultados da 13.ª jornada: Oliveirenses – Vasco da Gama, 2-2; Santiago FC – Águia Arrifes, 1-2; Marítimo SC – Sp. Ideal, 2-1 e Santa Clara B – Vale Formoso, 4-0. Folgou o CD Santo António.
Classificação: 1.º Santa Clara B (-1), 33 pontos; 2.º Vale Formoso, 27; 3.º Águia Arrifes, 21; 4.º Vasco da Gama (-2), 19; 5.º Marítimo SC (-1), 19; 6.º Oliveirenses, 13; 7.º Santiago FC (-1), 9; 8.º CD Santo António, 7 e 9.º Sporting Ideal (-1), 0 pontos.

Edit Template
Notícias Recentes
“É urgente a necessidade de reduzir o número de utentes por Médico de Família”, diz Maria Teresa Albergaria
Jaime Oliveira foi um dos cinco açorianos que ao lado de Salgueiro Maia desceram de Santarém a Lisboa no dia 25 de Abril de 1974: “Tive medo…”
“Temos muita fé no Divino Espírito Santo”, afirmamos mordomos dos Remédios da Bretanha
Câmara de Ponta Delgada estuda solução para o trânsito na Alameda de Santa Teresa
19 medalhas de ouro, 19 de prata e 18 de bronze no Campeonato Regional das Profissões
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores