Edit Template

Santa Clara: mais um passo para a meta

Ao vencer na academia do SL Benfica, no Seixal, por 1-0, o Benfica B, o Santa Clara ficou mais perto da meta a que se propôs no regresso ao campeonato da Segunda Liga: voltar ao convívio dos clubes da Primeira Liga.
A 9 jogos do fim da prova o Santa Clara lidera com mais 8 pontos do que o terceiro classificado, o Nacional, a posição que tem se preocupar porque não pretende realizar os jogos de passagem com o ante-penúltimo classificado da Primeira Liga. Domingo, no estádio de São Miguel, apesar do horário (13h00), espera-se uma boa moldura humana de apoio à equipa na partida com a congénere madeirense.
A vantagem transmite alguma tranquilidade, mas o foco que tem norteado o grupo tem de ser mantido. Nos encontros que se estendem até 19 de Maio o Santa Clara irá enfrentar o segundo, o terceiro, o quarto, o sexto, o sétimo e o nono da classificação actual, um indicador das dificuldades que irá encontrar.
Sendo necessários 66, 67, 68 ou 69 pontos como mínimo para a subida à Primeira Liga como segundo classificado, ao Santa Clara faltam pelo menos três vitórias e dois empates para atingir o primeiro desiderato. Soma 56 pontos neste momento.
Desde que o campeonato voltou com 18 equipas, em 2018/19, o ano seguinte à subida do Santa Clara, houve quatro campeonatos com 34 jornadas isto porque na época da pandemia (19/20) a Segunda Liga só teve 24 jogos.
Em 18/19 o Famalicão foi segundo com 69 pontos; em 20/21 foi o Vizela com 66 pontos; em 21/22 foi o Casa Pia com 68 pontos e em 22/23 foi o Farense como vice-campeão totalizando 69 pontos.
O golo de Gustavo Klismahn, aos 38 minutos, foi pouco para tanto domínio e oportunidades de golo na primeira parte, já que na segunda a jovem equipa “encarnada” esteve por cima, como se atesta pela diminuição do Santa Clara na percentagem de posse de bola para 37%. Sabe-se que o ADN da equipa neste campeonato tem sido este: estando na posição de vencedora apresenta uma consistência defensiva muito forte.
Mesmo com a baixa na posse de bola, contrariando o que havia sucedido cinco dias antes em Viseu, o Santa Clara teve 15 remates, sendo o último, uma bola na barra da baliza do Benfica B, rematada por Bruno Almeida. A juventude benfiquista fez 11 remates, havendo 4 pontapés de canto para cada equipa.

Edit Template
Notícias Recentes
“É urgente a necessidade de reduzir o número de utentes por Médico de Família”, diz Maria Teresa Albergaria
Jaime Oliveira foi um dos cinco açorianos que ao lado de Salgueiro Maia desceram de Santarém a Lisboa no dia 25 de Abril de 1974: “Tive medo…”
“Temos muita fé no Divino Espírito Santo”, afirmamos mordomos dos Remédios da Bretanha
Câmara de Ponta Delgada estuda solução para o trânsito na Alameda de Santa Teresa
19 medalhas de ouro, 19 de prata e 18 de bronze no Campeonato Regional das Profissões
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores