Edit Template

PSP deteve homem suspeito de traficar heroína e drogas sintéticas na Lagoa

O Comando Regional da Polícia de Segurança Pública dos Açores, através de polícias da Brigada de Investigação Criminal da Esquadra da Lagoa, da Divisão Policial de Ponta Delgada, deteve, em flagrante delito, de um homem, de 48 anos, suspeito da prática do crime de tráfico de estupefacientes.
Com base em várias denúncias reportadas às autoridades que davam conta de movimentações suspeitas na zona balnear de Santa Cruz, concelho da Lagoa, potencialmente relacionadas com tráfico de estupefacientes, foi desenvolvida uma investigação por parte dos investigadores da PSP e dirigida por um magistrado do Ministério Público de Ponta Delgada, de forma apurar os contornos da alegada actividade criminosa praticada pelo suspeito.
Decorrente da investigação, foi possível reunir “um vasto e consolidado” reportório de elementos probatórios que “sustentam a actividade de tráfico de heroína e drogas sintéticas por parte do arguido, panorama que decorria a partir de uma moradia particular, causando, por isso, forte constrangimento e indignação na comunidade, particularmente pelo número alarmante de toxicodependentes, provenientes de várias zonas da ilha de São Miguel, que ali se deslocavam para aquisição de diferentes tipos de droga”. Assim, foi desencadeada uma operação policial nas imediações da residência do arguido, que permitiu o surpreender e interceptar no exacto momento em que realizava a transacção de uma dose individual de heroína, recebendo, em troca do consumidor da referida substância, a correspondente contrapartida financeira.
O suspeito, que ainda recentemente foi restituído à liberdade após ter cumprido pena de prisão por criminalidade violenta e grave, após ter sido sujeito a interrogatório judicial no Tribunal de Ponta Delgada ficará a aguardar os ulteriores termos do processo sujeito à medida de coacção de apresentações periódicas e proibição de contactos com toxicodependentes.
O Comando Regional dos Açores sublinha que a prevenção e combate ao tráfico de estupefacientes e substâncias psicotrópicas continuará a figurar na lista de prioridades da ação policial estratégica prosseguida pela Polícia em toda a Região Autónoma dos Açores, não só por se continuar a relevar um factor claramente associado à prática de outros crimes, mas também pela declínio e efeitos nefastos que provoca para a saúde e bem-estar de um considerável número de consumidores deste tipo de substâncias.

Edit Template
Notícias Recentes
Mulheres em situação de sem-abrigo em São Miguel estão “em profundo sofrimento psicológico pela situação em que vivem”
Sónia Melo distinguida com o Prémio Cinco Estrelas Regiões na categoria chef privada
“O folclore é sempre o parente mais pobre da cultura”, afirma Filomena Loura, Presidente do Grupo Folclórico da Lomba do Cavaleiro
Tem crescido o número de caravelas-portuguesas avistadas nas zonas balneares do continente e Açores
Comunidade açoriana de Rhode Island apela a David Neeleman para a Breeze Airways fazer voos directos para os Açores
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores