Edit Template

Casal de irmãos detidos a vender droga sintética no centro do Porto dos Carneiros, na Lagoa

O Comando Regional da PSP dos Açores, através de polícias da Brigada de Investigação Criminal da Esquadra da Lagoa, da Divisão Policial de Ponta Delgada, informou ontem que desmantelou um foco de instabilidade gerado por uma célula de tráfico de drogas duras, designadamente droga sintética, que se encontrava activa na freguesia de Santa Cruz, no concelho da Lagoa.
Esta operação policial foi despoletada por um inquérito dirigido por um magistrado do Ministério Público de Ponta Delgada, onde foram efectuadas várias diligências de investigação, ao longo das últimas semanas, por parte dos investigadores da PSP, as quais vieram permitir, numa primeira fase, a detenção, em flagrante delito, de uma mulher, de 42 anos, por se encontrar fortemente indiciada na prática de um crime de tráfico de estupefacientes, em estreita colaboração com o seu irmão, de 44 anos. No entanto, a referida detenção não viria a revelar-se suficiente para demover o irmão da detida de prosseguir com o tráfico de droga, circunstância que, efectivamente, apenas “o alertou e tornou mais cuidadoso na prossecução da actividade delituosa”, passando a deslocar-se a diferentes locais do concelho da Lagoa, previamente combinados com os consumidores das referidas substâncias, na posse de pequenas quantidades de produto estupefaciente para se afirmar como mero consumidor de drogas duras, de modo a dificultar a intervenção policial.
Assim, foi montada uma operação policial, no âmbito do qual foi possível surpreender e interceptar o arguido no exacto momento que se preparava para fazer uma venda directa de um panfleto de droga sintética, em pleno centro do Porto dos Carneiros, na Lagoa, o que garantiu, desde logo, a sua detenção, em flagrante delito. Após terem sido presentes a interrogatório judicial, no Tribunal de Ponta Delgada, ambos os arguidos aguardarão o desenrolar do processo sujeitos a apresentações obrigatórias perante as autoridades, proibição de contactos com consumidores de estupefacientes e proibição de frequentar lugares conotados com o tráfico de droga.

Edit Template
Notícias Recentes
“É urgente a necessidade de reduzir o número de utentes por Médico de Família”, diz Maria Teresa Albergaria
Jaime Oliveira foi um dos cinco açorianos que ao lado de Salgueiro Maia desceram de Santarém a Lisboa no dia 25 de Abril de 1974: “Tive medo…”
“Temos muita fé no Divino Espírito Santo”, afirmamos mordomos dos Remédios da Bretanha
Câmara de Ponta Delgada estuda solução para o trânsito na Alameda de Santa Teresa
19 medalhas de ouro, 19 de prata e 18 de bronze no Campeonato Regional das Profissões
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores