Edit Template

Rafa de Peugeot 208 Rally4 no Team Lotus

A espera finalmente teve fim e é com enorme entusiasmo que Rafael Botelho está de regresso ao panorama do automobilismo regional.
O jovem piloto fará parte do, recentemente criado, Team Lotus, equipa irmã do Team Além Mar que tem como principal objectivo potenciar a competição nas Duas Rodas Motrizes nos Açores.
Rafael estará à partida das sete provas que compõem o Campeonato dos Açores com um novíssimo Peugeot 208 Rally4. O veículo francês é a referência mundial nos carros de tracção simples e é arma com que Rafa irá voltar a adquirir ritmo e lutar pelos melhores resultados possíveis. Nota importante para o facto de o piloto da Rafa Motorsport, equipa que cuidará do seu bólide, contar com o apoio da Peugeot Açores, através dos concessionários Sotermáquinas.
Recorde-se que Botelho já foi campeão dos Açores de Duas Rodas Motrizes por duas vezes, coleccionando, também, vários vice-campeonatos. O micaelense fará dupla com o continental Rui Raimundo, equipa que já trabalha junta há vários anos.
Para Rafa, este “é um sonho voltar a competir. Estou a viver tudo de uma forma tão apaixonada, com entrega máxima como estivesse a preparar o meu primeiro rali. Claro que foi um longo período de ausência, ainda por cima numa fase crucial da minha carreira e, porventura, olho neste momento para alguns pormenores de uma maneira mais leviana. É sabido que nunca escondi a minha vontade de voltar à competição e voltar em bom nível. Estou plenamente convicto que com tudo o que está montado neste momento é possível partir para essa ambição e isso deve-se a imensa gente que me tem apoiado e, sobretudo, aos meus patrocinadores. Como sempre referi, nunca vou a um rali por ir e o meu regresso à competição tinha de ser com um projecto aliciante e diferente. O Team Além Mar criou uma equipa para as duas rodas motrizes, o Team Lotus num esforço que enalteço, e, para mim, ter a honra e a responsabilidade de defender essas cores é o desafio que precisava neste momento para testar os meus limites e voltar a ser rápido. O Team Lotus quer ter uma postura comunicacional e competitiva que se enquadra perfeitamente na minha ambição e vou ainda mais além ao fazer o meu regresso, dadas as circunstâncias, num carro de duas rodas motrizes. Tenho de destacar a Pavão Enterprises, que continua a ajudar-me a lutar por todos os meus objectivos. Destaco ainda a Sotermáquinas – Peugeot Açores que fez uma aposta clara e inequívoca no meu projecto de modo a potenciar a marca nos Açores, seguindo as tendências nacionais e internacionais, tanto a nível do dia-a-dia como na competição. Estou muito feliz, vou dar o meu melhor e tenho de agradecer a toda a minha equipa por continuarmos juntos e por termos a noção que o nosso caminho ainda vai ser risonho”.

Edit Template
Notícias Recentes
Mulheres em situação de sem-abrigo em São Miguel estão “em profundo sofrimento psicológico pela situação em que vivem”
Sónia Melo distinguida com o Prémio Cinco Estrelas Regiões na categoria chef privada
“O folclore é sempre o parente mais pobre da cultura”, afirma Filomena Loura, Presidente do Grupo Folclórico da Lomba do Cavaleiro
Tem crescido o número de caravelas-portuguesas avistadas nas zonas balneares do continente e Açores
Comunidade açoriana de Rhode Island apela a David Neeleman para a Breeze Airways fazer voos directos para os Açores
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores