Edit Template

Fotógrafo Alfredo Cunha e Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz da Lagoa assinalam 50 anos do 25 de Abril

A Câmara Municipal de Lagoa irá realizar o seu segundo evento inserido nos 50 anos das comemorações do 25 de Abril amanhã no Cineteatro Lagoense Francisco d’ Amaral Almeida, fruto de uma parceria com a Associação de Fotógrafos Amadores dos Açores (AFAA).
O programa é composto pela apresentação do filme «25 de abril de 1974 – quinta-feira», da autoria de Alfredo Cunha e com música de Rodrigo Leão criada para o efeito. Após a projecção do filme, haverá um momento de conversa com o autor, onde os presentes poderão colocar perguntas ou fazer partilhas com o fotojornalista.
Após este momento o palco do Cineteatro Lagoense recebe o momento musical «Cravos na Voz», pelo Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz, onde ecoarão várias músicas relacionadas com o 25 de abril.
A Câmara Municipal de Lagoa e a AFAA acreditam que este será um evento “marcante, que dá a oportunidade de os presentes privarem com um dos grandes nomes da fotografia do nosso país, responsável por algumas das fotografias mais marcantes do dia da Revolução, sendo da sua autoria a fotografia icónica de Salgueiro Maia”. Por outro lado, ao incluir no programa um momento musical protagonizado pelo Grupo de Cantares de Santa Cruz, “reforça-se a importância que a música teve como forma de intervenção, além de envolver um grupo local num evento que se quer com e para a comunidade”.
Alfredo Cunha nasceu em Celorico da Beira, em 1953. Em 1970, iniciou a sua carreira profissional em fotografia e, em 1971, entrou no jornal «Notícias da Amadora». Desde então, tem colaborado com muitas publicações, como «O Século», o «Público» ou o «Jornal de Notícias», tendo exercido em algumas o cargo de editor de fotografia. Foi fotógrafo oficial dos presidentes da República Ramalho Eanes e Mário Soares, recebendo a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique, em 1996.
É autor das séries fotográficas dedicadas ao 25 de Abril de 1974 e à descolonização portuguesa, entre outras. Já publicou dezenas de livros de fotografia e apresentou dezenas de exposições, tendo recebido vários prémios e distinções pelo seu trabalho.
De referir que, o Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz (GCTSC) foi fundado a 26 de Dezembro de 1996, surgindo a partir de uma iniciativa espontânea de um grupo de santacruzenses, por altura das festividades natalícias. O seu objectivo inicial foi dar um colorido especial ao Natal na Lagoa, promovendo a tradição antiga de desejar boas festas natalícias a amigos e familiares. A 14 de Abril de 2000, deu-se a formalização do grupo, aquando da sua constituição como associação. Actualmente, o grupo é composto por 40 elementos, tendo como director Artístico Álvaro Cabral e presidente Fernando Jorge Moniz. Todos os anos, o GCTSC promove um concerto no âmbito das comemorações do 25 de Abril, evocando músicas de intervenção.

Edit Template
Notícias Recentes
“É urgente a necessidade de reduzir o número de utentes por Médico de Família”, diz Maria Teresa Albergaria
Jaime Oliveira foi um dos cinco açorianos que ao lado de Salgueiro Maia desceram de Santarém a Lisboa no dia 25 de Abril de 1974: “Tive medo…”
“Temos muita fé no Divino Espírito Santo”, afirmamos mordomos dos Remédios da Bretanha
Câmara de Ponta Delgada estuda solução para o trânsito na Alameda de Santa Teresa
19 medalhas de ouro, 19 de prata e 18 de bronze no Campeonato Regional das Profissões
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores