Edit Template

Quarteto Quadrivium vai actuar Domingo na Igreja do Colégio dos Jesuítas

O Quarteto Quadrivium vai actuar pelas 16h00 de Domingo na Igreja do Colégio dos Jesuítas, em Ponta Delgada, uma sala de espectáculos muito concorrida e apreciada pelo público devido à sonoridade que proporciona.
O Quarteto Quadrivium, agrupamento tutelado pela Quadrivium – Associação Artística, estreou-se em 2017 como grupo de câmara residente da associação que o acolhe. Constituído por membros músicos da associação, o Quarteto Quadrivium prevê também promover a integração de músicos mais jovens, numa perspectiva formativa e colaborativa.
À semelhança de outros agrupamentos da Quadrivium, na sua génese está o intuito de promover a execução da música de câmara, contribuindo para a sua divulgação. Procura-se delinear o seu repertório pela escolha de obras contrastantes de várias épocas, estéticas e estilos, incluindo também, mas não exclusivamente, repertório português escrito para esta formação.
Tem vindo a apresentar-se em diversas ilhas dos Açores, sendo de destacar a presença regular na iniciativa Noites de Verão, em Ponta Delgada e no Festival The Music World, promovido pela Vox Cordis – Associação Musical, ou os concertos realizados no Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, na Ribeira Grande, na Biblioteca Municipal de Vila do Porto, em Santa Maria e na Igreja de São Mateus, na Graciosa.
Na temporada de 2023, o quarteto deslocou-se, pela primeira vez, ao continente português, com concertos em Braga, Belmonte e Seia, e com um programa que incluiu o Quarteto nº 4, K 147, de W. A. Mozart, o Quarteto op. 80, nº 6, de F. Mendelssohn, e o Rosamundo de F. Schubert.
Após uma passagem por Lisboa e Málaga, o Quarteto Quadrivium apresenta o seu programa em São Miguel.
O Quarteto Quadrivium, considerado por alguns como o “quarteto maravilha” é constituído por Ana Oliveira e Filipa Gomes no violino, Beatriz Teves na viola e Margarida Almeida, no violoncelo.

Edit Template
Notícias Recentes
“Câmara Municipal de Ponta Delgada deixou praticamente de investir na vila das Capelas nos últimos anos”, afirma Manuel Cardoso
“Sou um bocadinho vulcão dos Açores e as minhas equipas reflectem essa personalidade,”assume a treinadora do Sporting, Mariana Cabral
Marcha com mais de 100 marchantes jovens promete hoje muita “brincadeira e diversão” nas Festas do São João da Vila
“Estas ilhas oferecem-nos sensibilidade, alegria, amor e dádiva que nenhum outro lugar do mundo oferece,” afirma António Rego
Maycon Melo veio de Mato Grosso no Brasil para os Açores para fazer do sushi a sua vida
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores