Edit Template

Cidadão belga desaparecido há 26 dias fazia sozinho o trilho da Lagoa do Fogo e PJ já está a proceder a investigações

O advogado açoriano Carlos Melo Bento constituiu-se assistente no processo do desaparecimento de um cidadão belga no trilho da Lagoa do Fogo, que já está a ser investigado pela Polícia Judiciária, com o objectivo de “acompanhar e tentar ajudar” nas investigações, soube o Correio dos Açores.
Há 26 dias que o cidadão belga está desaparecido. Foi no dia 25, pelas 11h45 que iniciou sozinho o trilho da Lagoa do Fogo (de Norte para Sul, em direcção a Água d’Alto). Ao longo do percurso esteve sempre em contacto, por telemóvel, com a companheira que reside na Fajã de Baixo e que, na altura, estava a passar uma temporada com o companheiro numa unidade hoteleira na Caloura. Foi pelas 20h25 (já noite), que o cidadão belga dá indicação de ter recebido uma mensagem da companheira. Mas, quando ela tenta contactá-lo, pelas 02h00 do dia 26, de Fevereiro, já não recebe resposta.
Ao contrário do que inicialmente noticiamos, a companheira não estava com o cidadão belga mas sim a segui-lo no trilho da Lagoa do Fogo (de Norte para Sul) por telemóvel. Iniciou o trilho por cerca das 11h45 do dia 25 e a última mensagem que manteve com a companheira foi por certa das 20h25 do dia 25 de Fevereiro. Quando a companheira o enviou uma mensagem por cerca das 02h00 do dia 26 de Fevereiro, já não teve resposta. Telefonou-lhe, então, via WhatsApp, o telefone chamou mas o cidadão belga já não atendeu.
Como noticiamos ontem, após uma séria de buscas pela Polícia de Segurança Pública, Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande e de Vila Franca do Campo, entre outras entidades, a PSP entregou o processo ao Ministério Público que já solicitou à Polícia Judiciária para iniciar investigações.
Entretanto, contactado pelo Correio dos Açores, o Consulado Geral da Embaixada da Bélgica em Lisboa informou que, “no âmbito da assistência consular, mantivemos contactos regulares com as autoridades portuguesas de um lado, encarregados das buscas, e com os familiares do cidadão belga desaparecido, do outro lado”.
“A nossa equipa em Portugal, bem como os serviços do Ministério dos Negócios Estrangeiros em Bruxelas, segue(m) a situação de perto”, elucidou ainda a Embaixada da Bélgica em Portugal.

Edit Template
Notícias Recentes
“É urgente a necessidade de reduzir o número de utentes por Médico de Família”, diz Maria Teresa Albergaria
Jaime Oliveira foi um dos cinco açorianos que ao lado de Salgueiro Maia desceram de Santarém a Lisboa no dia 25 de Abril de 1974: “Tive medo…”
“Temos muita fé no Divino Espírito Santo”, afirmamos mordomos dos Remédios da Bretanha
Câmara de Ponta Delgada estuda solução para o trânsito na Alameda de Santa Teresa
19 medalhas de ouro, 19 de prata e 18 de bronze no Campeonato Regional das Profissões
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores