Edit Template

Recados com Amor…

Meus Queridos! O tempo voa e hoje já é dia de Páscoa, enquanto a quaresma passou num ápice. A Páscoa, uma das festas mais importantes do calendário cristão, é celebrada por muitos povos ao redor do mundo. A Páscoa marca também o fim das romarias quaresmais micaelenses e que se têm alastrado a outras ilhas e à diáspora. Este ano registou-se uma explosão do número de romeiras, assim como de grupos de crianças que percorreram várias localidades, e a minha comadre Serafina, que mora na Avenida E, ficou espantada com a extensão daquele rancho, fazendo com que, tanto locais como turistas, se detivessem a contemplar a passagem da romaria, tirando fotos e captando vídeos para partilhar nas redes sociais, de facto, a iniciativa das escolas e das catequeses. Como é tradição, o maior rancho de romeiros da ilha saiu de Rabo de Peixe tendo na passada Quinta-feira regressado a casa com grande festança… Aquele rancho, que tem um novo Mestre, não deixa ninguém indiferente durante o calcorrear das ruas de freguesias, vilas e cidades e, no caso no percurso feito pelas ruas de Ponta Delgada, torna-se para alguns num constrangimento enfadonho, pois a circulação automóvel fica, por largos minutos, condicionada pela passagem dos romeiros da vila nortenha e lá fica a cidade entupida… o que vai obrigar no próximo ano a encontrar forma de os romeiros fazerem a sua via-sacra e evitar o entupimento as pessoas que têm outros afazeres. A todos aqueles que, corajosamente, se aventuraram numa romaria, sejam eles homens, mulheres ou crianças, aqui fica a minha homenagem, que é um sinal de fé genuína e popular que herdamos dos nossos antepassados…
Uma Boa e Santa Páscoa para todos e que não nos falte além do cumprimento dos ritos pascais os nossos deliciosos folares, a massa sovada, as amêndoas e os ovos assim como toda uma variedade de produtos com chocolate que foram acrescentados já nos tempos modernos.

Meus Queridos! A minha amiga Inês da Encarnação seguiu a par e passo a instalação da nova Assembleia da República que começa com a posse de cada deputado ,seguida depois pela eleição do Novo Presidente da Assembleia… Ela telefonou-me muito irada com a pouca vergonha a que tinha assistido com os sucessivos chumbos dos candidatos propostos pelos maiores partidos para a eleição do Presidente da Assembleia da República… com várias interrupções pela tarde e pela noite adentro até que foram encerrados os trabalhos sem que “o novo menino tenha nascido”…. A reeleição recomeçou na manhã do dia seguinte… Mas, no dia seguinte, pela madrugada, o Primeiro-ministro indigitado, Luís Montenegro, em vez de ter acedido ao convite lancinante feito pelo Presidente André Ventura que gritou em todas as televisões a pedir um encontro a qualquer hora da madrugada com Montenegro em qualquer lugar para repartirem lugares e garantir o voto para os levar aos “altares do poder”… Mas de manhã Montenegro, em vez de responder aos “gritos lancinantes” de Ventura, preferiu falar com o Secretário-geral do PS Pedro Nuno Santos, e lá conseguiram… “fazer uma vaquinha”… dividindo em dois anos o mandato da Presidência da Assembleia Republica, que era de quatro anos… e lá o PSD conseguiu eleger José Pedro Aguiar Branco, que de imediato fez um discurso abrangente e apropriado à “manta de retalhos” que é a nova Assembleia da República… Inês da Encarnação diz que o hemiciclo de São Bento, quando iniciou os trabalhos da primeira sessão, mais parecia como algumas sessões que se passam nos Parlamentos de alguns países originários do leste, que ainda não se acomodaram à democracia… No caso de Portugal, ao fim de cinquenta anos de Democracia em vez de estarmos a aprimorar o regime democrático com diálogo e cooperação entre os vários partidos democráticos, estamos a ser minados pelos partidos das extremas que não sabem viver com a democracia… Vamos ver como vai decorrer a mudança de Governo e como se irá comportar o Governo do PSD que apresentou uma equipa com experiência politica restando saber como irá gerir o “caderno de encargos” que apresentou em áreas tão importantes para que seja feito um acordo com a sociedade que tem estado em “guerra” com as Instituições do Estado por falta de respostas e políticas adequadas à actual conjuntura.

Ricos! Falando ainda de tumultos políticos, a minha prima Maria da Praia lembra que a Madeira, passados seis meses depois das últimas eleições legislativas regionais de 24 de Setembro de 2023, quando, em que a coligação PSD/CDS falhou a maioria absoluta na Assembleia Legislativa, que deixaram Miguel Albuquerque “manco” depois de ter dito que se não tivesse maioria absoluta nas eleições demitia-se, coisa que não cumpriu… e obrigou os sociais-democratas a assinaram um acordo com a deputada única do PAN… Como isso não bastasse Miguel Albuquerque é apanhado pela “rusga” da PJ que o constitui logo como arguido e levou à detenção de dois importantes empresários da Madeira e do Presidente da Câmara do Funchal… Depois de muita confusão com demissões e recuos de Miguel Albuquerque… lá ele se contentou a ficar como Presidente do Governo em gestão… aguardando que o Presidente Marcelo tivesse poder para convocar novas eleições… Foi o que aconteceu na Semana Santa, e duma assentada o Presidente falou com os partidos políticos da Madeira, e reuniu o Conselho de Estado para saber a opinião dos Conselheiros… que não foi unânime… e pelos vistos vai haver eleições na Madeira se o anuncio feito pelos vistos por Paulo Cafôfo do PS… que ao contrário dos demais partidos que foram ouvidos pelo Presidente da República… revelou a decisão de Marcelo, assinalando que saía da reunião “satisfeito” porque o senhor Presidente da República transmitiu-lhes a sua intenção de dissolver a Assembleia Regional e convocar eleições para o dia 26 de Maio”, adiantou o Presidente do PS Madeira, concluindo que “Estamos prontos para o combate”…. Como não gosto de ir com a carroça à frente dos bois, vou esperar pelo anúncio do Presidente Marcelo, que vai certamente esperar pela passagem da Paixão para não ser depois… no caso da Madeira… considerado como Pôncio Pilatos que lavou as mãos quanto à decisão de crucificar Jesus Cristo! E neste caso sacrificar Miguel Albuquerque em beneficio de Paulo Cafôfo que quer chegar ao Governo da Madeira a qualquer preço!…

Meus Queridos! A minha Prima Maria das Dores que vive em Lisboa na Avenida Fontes Pereira de Melo, mandou-me uma fotografia tirada na última reunião do Governo presidido por Marcelo Rebelo de Sousa em que Marcelo e Costa estavam abraçados num acto de despedida… o que me leva a lembrar que a Avenida Fontes Pereira de Melo, que é como se sabe uma das principais artérias da cidade de Lisboa, dá ligação à Praça Marquês de Pombal e à Praça Duque de Saldanha… tudo figuras importantes e carregadas de história e política, e encaixando-se muito bem no “reinado” Republicano do meu querido Presidente Marcelo… que sempre apaparicou em oito anos os sucessivos Governos do PS… até que nestes últimos dois anos de maioria absolutíssima do PS, o Presidente Marcelo tem vindo a trilhar o calvário entre as passadeiras colocadas pela justiça que levou à demissão do Primeiro-ministro e antigo aluno de Marcelo, António Costa… assim como depois teve de dissolver a Assembleia Legislativa dos Açores…. e agora a da Madeira, neste caso sem saber qual será o “beco da saída”… para a Madeira… A minha prima Maria da Praia diz que está a ser um fim amargo para o Presidente Marcelo que gostaria certamente de ser lembrado no futuro como o Presidente dos “Beijinhos, das Selfies”e idolatrado pelo povo! Mas pelo andar da carruagem vai ficar como o Presidente comentador de tudo quanto se prestava e presta ainda a dar “pasto “ à Comunicação social, sobretudo às televisões e aos jornalistas que pelo caminho que levam qualquer dia aparecem a criar um partido que semeou a semente no último congresso da classe, e onde o Presidente Marcelo também botou da palavra… Maria da Praia diz que foi interessante ver e ouvir muitos jornalistas como grandes defensores do jornalismo de investigação… O jornalista tal como se entende a profissão é um investigador natural para poder noticiar, mas não um justiceiro, como defende uma casta do jornalismo de investigação que quer é ser pago para ser investigador e justiceiro, mas para isso então têm é que concorrer para magistrados ou inspectores judiciais… ou então, porem mãos à obra desde já para constituírem o “Partido dos jornalistas, comentadores e jornaleiros” porque daqui a dois anos o Presidente Marcelo deixará de ter matéria para ser comentada de hora a hora ou de minuto a minuto. Quem vos avisa bem vos quer!

Ricos! Não sou mulher de me meter nessas coisas de estatísticas, mas depois de ter ouvido a ladainha de uns tantos alegando que a falta de voos da Ryanair nos últimos meses para os Açores tem tido um impacto grande na redução de dormidas e turistas nos Açores, tirei então dos meus propósitos e fui confirmar os números de turistas e dormidas nos Açores que haviam sido anunciados pela estatística e que o Jornal que tão generosamente me acolhe no seu seio publicou e verifico que os Açores foram a segunda região de Portugal onde houve um maior crescimento de dormidas em Fevereiro de 2024, face ao período homólogo do ano anterior, com uma subida de 14%. De acordo com os dados que foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), registaram-se 118.9 mil dormidas nos alojamentos turísticos dos Açores em Fevereiro deste ano, isto é mais 14.7 mil dormidas em comparação com o mesmo mês do anterior, o que corresponde meus queridos à subida de 14%. A única região do país que ficou à frente dos Açores, em Fevereiro de 2024, foi Oeste e Vale do Tejo, com uma subida de 17.2% em relação a Fevereiro de 2023. Ricos, a Região Autónoma dos Açores, em Fevereiro de 2024, acolheu 44.2 mil hóspedes, o que representa uma subida de 8%, face ao mesmo período do ano anterior (40.9 mil hóspedes). O arquipélago foi a terceira região que mais subiu em todo o país, apenas atrás de Oeste e Vale do Tejo (15.2%) e da Península de Setúbal (9.1%), Eu entendi trazer estes números neste meu recadinho para dizer que não vale a pena fazer “choradinhos” que não têm sustentação e que só contribuem para… quando alguém começar a gritar anunciando que… “aí vem lobo”, ninguém corre a socorrer porque têm em mente… que não há perigo tal como estão anunciando porque esquecem-se der com olhos de ver as estatísticas oficiais… Tá meus queridos?

Edit Template
Notícias Recentes
Governo destaca Marca Açores como uma ferramenta essencial na promoção dos produtos e serviços do arquipélago
Presidente do Governo reafirmou ao Almirante Gouveia e Melo os poderes autonómicos dos Açores na gestão do mar
Padre Duarte Melo e Leonor Anahory defendem que se deve aproveitar o saber dos mais velhos para ajudar a formar os mais novos
Dezenas de pessoas “com muita devoção pelo Espírito Santo” ajudaram nos preparativos das 13 mil sopas que serão servidas hoje no Campo de São Francisco
Cinco detidos no aeroporto de Ponta Delgada com documentos de identificação falsos
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores