Edit Template

Secretaria da Agricultura e Alimentação aposta na informação sobre a utilização sustentável dos produtos antimicrobianos

A Secretaria Regional da Agricultura e Alimentação, através da Direcção Regional da Agricultura, promove, durante o mês de Abril, diversas acções de informação sobre a utilização sustentável dos produtos antimicrobianos.
Esta iniciativa, ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), aborda temas como a capacidade de os micro-organismos resistirem a tratamentos antimicrobianos, essencialmente aos antibióticos, como consequência de más práticas de utilização, aplicação especialmente dirigida ao gado bovino (sectores do leite e da carne), mas também a todas as espécies animais produtores de géneros alimentícios para consumo humano.

Acções em várias ilhas
para conter os antibióticos

No mês de Abril estão previstas acções em quatro ilhas do arquipélago, sendo duas na Terceira, uma na Graciosa, nas Flores e no Corvo. A primeira terá lugar na ilha Graciosa, a 9 de Abril, entre as 19H00 e as 22H00, no Serviço de Desenvolvimento Agrário local.
A ilha Terceira vai contar com duas acções, sendo que a primeira terá lugar no Serviço de Desenvolvimento Agrário, em Angra do Heroísmo, no dia 10 de Abril, entre as 19H00 e as 22H00 e a segunda terá lugar na Escola Profissional da Praia da Vitória, no dia 11 de abril, entre 10H30 e as 13H30.
A ilha do Corvo tem a sua acção marcada para o dia 15 de Abril, entre as 19H00 e as 22H00, enquanto na ilha das Flores a mesma terá lugar no dia 16, em horário idêntico, ambas nos respectivos Serviços de Desenvolvimento Agrário de ilha.
A resistência aos antimicrobianos é uma problemática cada vez mais premente nos dias de hoje e para a qual são necessárias acções concertadas no âmbito do conceito “One Health”.
Ocorre quando bactérias, vírus, fungos e parasitas se tornam resistentes a antimicrobianos e as infecções são mais difíceis de tratar, aumentando o risco de propagação de doenças, seja entre animais, espécies vegetais e até ao homem.

Quando os antibioticos
são ineficazes e prejudicam
os consumidores

Em resultado desta resistência, os antibióticos e outros medicamentos antimicrobianos tornam-se ineficazes e as infecções são cada vez mais difíceis ou impossíveis de tratar.
Paralelamente, cada vez mais o consumo de alimentos seguros e saudáveis é uma preocupação na escolha dos consumidores.
A Secretaria Regional da Agricultura e Alimentação, aproveitando o PRR, visa realizar acções de informação em todas as ilhas sobre a utilização sustentável dos produtos antimicrobianos, enquadrados na medida respeitante à Capacitação dos Agricultores e de Promoção da Literacia em Produção e Consumo Sustentáveis.
O objectivo é sensibilizar e incentivar os agricultores, enquanto elemento fundamental na cadeia de produção de alimentos, à adopção das melhores práticas na utilização de antimicrobianos nos seus animais.

Edit Template
Notícias Recentes
Novo modelo de avaliação externa dos alunos a partir de 2024/2025
Octant Furnas lança nova carta de Verão com sabores dos Açores com assinatura do Chef alentejano Henrique Mouro
Homem de 48 anos detido no Aeroporto João Paulo II por suspeita da prática do crime de posse de arma proibida
Incêndio em casa devoluta nas Laranjeiras
Câmara investe 250 mil euros na requalificação de ruas nas Capelas
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores