Edit Template

Lagoa dá continuidade à tradição dos trabalhos realizados em fibras vegetais

A Câmara Municipal da Lagoa pretende investir na continuidade da tradição dos trabalhos realizados em fibras vegetais, estando a promover desde o dia 18 de Março, um workshop de cestaria em vimes ministrado pelo formador e artesão lagoense, Alcídio Andrade.
Esse workshop, que se encontra a decorrer no Centro Comunitário João Bosco Mota Amaral, na Vila de Água de Pau, conta com a participação de 6 formandos, sendo a primeira formação que incide desde o plantio, o corte, a poda e a execução de artigos em vimes. Todos os formandos, no final da formação, terão conhecimento das características desta fibra vegetal, do ciclo vegetativo e das técnicas de entrelaçados usadas nos trabalhos de vime, transmitidas de geração em geração.
Alcídio Andrade nasceu em 1980, e é natural da vila de Água de Pau, tendo aprendido a arte de cestaria com o pai, João Andrade, ambos residentes nesta vila. Já ministrou diversas formações, por todo o arquipélago dos Açores e participou em várias feiras de artesanato tanto no arquipélago, como no continente e no estrangeiro.
Segundo Alcídio Andrade, “a formação está a correr muito bem, os formandos estão motivados e já conseguem realizar algum trabalho técnico sozinhos, no que diz respeito ao entrelaçado do vime”. Após a preparação da fibra, com o corte, plantio, cozedura, descasco, secagem e poda, os formandos iniciaram a execução, tendo já realizado uma cesta em vimes e encontram-se a concluir uma segunda peça.
Com este momento de partilha e de aprendizagem, a edilidade pretende dar continuidade aos trabalhos em fibras vegetais, neste caso em vime, característico do concelho tendo esta tido, na Lagoa, maior expressão na vila de Água de Pau. Para além de que, a Câmara Municipal da Lagoa irá alargar ao trabalho de outras fibras, nomeadamente a espadana e a folha de milho.

Edit Template
Notícias Recentes
“Câmara Municipal de Ponta Delgada deixou praticamente de investir na vila das Capelas nos últimos anos”, afirma Manuel Cardoso
“Sou um bocadinho vulcão dos Açores e as minhas equipas reflectem essa personalidade,”assume a treinadora do Sporting, Mariana Cabral
Marcha com mais de 100 marchantes jovens promete hoje muita “brincadeira e diversão” nas Festas do São João da Vila
“Estas ilhas oferecem-nos sensibilidade, alegria, amor e dádiva que nenhum outro lugar do mundo oferece,” afirma António Rego
Maycon Melo veio de Mato Grosso no Brasil para os Açores para fazer do sushi a sua vida
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores