Edit Template

Jiu Jitsu açoriano conquista medalhas no Campeonato Nacional

No Campeonato Nacional Português de Jiu-jitsu 2024, que teve lugar no dia 6 de Abril, no Pavilhão Multiuso de Odivelas, participaram quatro atletas açorianos, da Boto Brazilian Jiu Jitsu Portugal.
O atleta André Sousa honrou a sua participação com duas medalhas de bronze, uma na categoria de peso e outra no absoluto Azul Master 2, enquanto o atleta Diogo Martins estreou-se no cenário nacional de Jiu-jitsu, com a obtenção de uma medalha de prata, honrando a sua equipa e a sua vila de Rabo de Peixe, que esteve pela primeira vez presente em provas desta modalidade desportiva.
Por outro lado, o atleta/treinador, Klely Domingues, em representação da sua cidade da Ribeira Grande, conseguiu um grande destaque no Nacional de Jiu-jitsu 2024, recebendo, na categoria Faixa Preta, o Master 5, Pesadíssimo, e no Absoluto honrou com a obtenção de duas medalhas de prata. Por último, o atleta Ronaldo Faria obteve o sétimo lugar com vinte atletas participantes na sua categoria, ficando perto de chegar às finais e foi alvo de lesão.
O sucesso desta participação açoriana é resultado do empenho de todos os atletas, equipa, apoiantes e patrocinadores, parceria sem a qual não seria possível a presença neste campeonato, que contou também com o esforço individual de cada atleta e seus familiares para a realização deste desafio.
Este campeonato foi realizado pela FPJJB Federação Portuguesa de Jiu Jitsu Brasileiro, dentro das normas e regras da IBJJF Internacional Brazilian Jiu-jitsu Federation.

APC

Edit Template
Notícias Recentes
“Câmara Municipal de Ponta Delgada deixou praticamente de investir na vila das Capelas nos últimos anos”, afirma Manuel Cardoso
“Sou um bocadinho vulcão dos Açores e as minhas equipas reflectem essa personalidade,”assume a treinadora do Sporting, Mariana Cabral
Marcha com mais de 100 marchantes jovens promete hoje muita “brincadeira e diversão” nas Festas do São João da Vila
“Estas ilhas oferecem-nos sensibilidade, alegria, amor e dádiva que nenhum outro lugar do mundo oferece,” afirma António Rego
Maycon Melo veio de Mato Grosso no Brasil para os Açores para fazer do sushi a sua vida
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores