Edit Template

Há festa na Praça Nossa Senhora do Rosário da Lagoa com populares a assinalar o 25 de Abril

A Câmara Municipal da Lagoa, através da Biblioteca Municipal Tomaz Borba Vieira, irá promover, na manhã de hoje, a iniciativa «Há Festa na Praça», que contará com várias actividades para todas as idades na Praça de N. Sra. do Rosário.
Entre as 10h00 e as 12h30, quem visitar a Praça do Rosário encontrará diversos trabalhos em crochê, tricô, eva e papel, tendo como tema principal o cravo. Esta acção, em particular, contou com a colaboração do Centro de Actividades de Tempos Livres «O Borbas», e das valências de centros de dia de idosos do Centro Social e Cultural de S. Pedro, do Centro Social e Cultural da Atalhada, bem como da Santa Casa da Misericórdia de Lagoa.
Também numa acção comunitária e partindo da simbologia do cravo, estará exposto um painel de consideráveis dimensões com textos de Alexandre Pascoal, Carlos Guilherme Riley e Teófilo Braga. O desafio, que partiu de um conceito de Carlos Riley, foi desafiar personalidades em escrever um texto que aludisse ao cravo. Este painel faz a ponte com a intervenção das instituições ao incluir fotos da feitura dos cravos.
Diversos artistas estarão a pintar ao vivo, trazendo a arte para o território. Andreia Sousa, Marc Garcia, Michael Hudec, Martim Cymbron e Raquel Alvernaz são os artistas presentes e que permitirão aos transeuntes assistir à elaboração de uma obra de artes plásticas. Além disso, haverá declamação de poesia por parte de Jorge Delfim.
Estará também exposta, na Praça de N. Sra. do Rosário, a instalação “Antes do 25 de Abril”, com referência ao hashtag #nãopodias e era preciso, numa alusão a tudo o que foi vivido na época da ditadura em Portugal. Trata-se de uma acção pedagógica, promovida pela Biblioteca Municipal Tomaz Borba Vieira, que se inspira na campanha desenvolvida pela comissão organizadora dos 50 anos do 25 de Abril (#nãopodias) para criar painéis acrescentando outros que dão a conhecer o que não se podia fazer durante o Estado Novo.
No mesmo local, terá lugar um ateliê de cravos de papel, dinamizado pelas avós do projeto «A Avó veio trabalhar nos Açores». Ao longo da semana, as avós lagoenses fizeram, também, cravos em papel, que colocaram no jardim do edifício Paços do Concelho.
A pensar nos mais novos, haverá animação infantil com pula-pula e pinturas faciais e um cantinho de leitura, privilegiando livros relacionados com o dia 25 de Qbril e a democracia. A Associação Jovem Lagoense junta-se a esta comemoração através da distribuição de cravos pela população presente, acompanhada por uma pequena orquestra composta por jovens da Sociedade Filarmónica Estrela d´Alva.
Paralelamente, sendo um dos pontos altos da manhã, terá lugar, pelas 11h30, no cineteatro lagoense Francisco d’Amaral Almeida, a exibição do documentário «Lagoa – Memórias de Abril», uma produção da Câmara Municipal de Lagoa em conjunto com a empresa Palco de Ilusões, numa realização de Francisco Rosas e Tiago Rosas.
De referir que, todas estas actividades estão inseridas no programa de comemorações dos 50 anos do 25 de abril e do 502.º aniversário de elevação da Lagoa a vila e sede de concelho e 12.º aniversário de elevação da Lagoa a cidade.

Edit Template
Notícias Recentes
“É urgente a necessidade de reduzir o número de utentes por Médico de Família”, diz Maria Teresa Albergaria
Jaime Oliveira foi um dos cinco açorianos que ao lado de Salgueiro Maia desceram de Santarém a Lisboa no dia 25 de Abril de 1974: “Tive medo…”
“Temos muita fé no Divino Espírito Santo”, afirmamos mordomos dos Remédios da Bretanha
Câmara de Ponta Delgada estuda solução para o trânsito na Alameda de Santa Teresa
19 medalhas de ouro, 19 de prata e 18 de bronze no Campeonato Regional das Profissões
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores