Edit Template

Secretário das Pescas: “Planear mês a mês a safra do atum”

O Secretário Regional do Mar e Pescas, Mário Rui Pinho, admitiu na Madalena do Pico, que “tem que se planear e organizar melhor, mês a mês, a safra de atum, tendo em conta que a quota atribuída aos Açores é conjunta com a Região Autónoma da Madeira.”
O governante falava numa visita ao entreposto frigorífico da Madalena do Pico, cuja requalificação foi adjudicada pelo valor de 7,3 milhões de euros, acrescido de IVA à taxa legal em vigor.
Referindo-se à abundante safra de atum que acontece na Região, Mário Rui Pinho afirmou que tal é “consequência de uma estratégia de médio prazo, que apostou no desenvolvimento da frota, com o intuito de aumentar a quantidade de atum pescado”. Com a entrada em funcionamento do Entreposto da Madalena, 2024 será o primeiro ano em que a Região terá em funcionamento simultâneo quatro grandes entrepostos frigoríficos.
Entretanto, o deputado do PS/Açores, Gualberto Rita, responsabilizou ontem, o Governo Regional PSD/CDS/PPM pelo fecho da pesca do atum patudo, devido à “péssima gestão que fez da quota disponível para os Açores, tal como aconteceu em 2023”.
O deputado socialista salientou que o Governo Regional foi “lento” a implementar o plano de gestão desta espécie, o que “condicionou as alternativas de pesca da maioria das embarcações Açorianas”, levando a uma “diminuição significativa dos rendimentos dos armadores e pescadores”.
Gualberto Rita lembrou que o Partido Socialista “alertou em diversas ocasiões para má gestão que vinha sendo feita da captura desta espécie” e “as implicações que isso teria”.
“Mais uma vez o Governo foi inoperante, impôs tardiamente medidas quando a quota já se encontrava praticamente esgotada e o resultado é que os pescadores se encontram agora, em início de Maio, privados de capturar esta espécie, num momento em que tem grande valor”, frisou.

Edit Template
Notícias Recentes
Mulheres em situação de sem-abrigo em São Miguel estão “em profundo sofrimento psicológico pela situação em que vivem”
Sónia Melo distinguida com o Prémio Cinco Estrelas Regiões na categoria chef privada
“O folclore é sempre o parente mais pobre da cultura”, afirma Filomena Loura, Presidente do Grupo Folclórico da Lomba do Cavaleiro
Tem crescido o número de caravelas-portuguesas avistadas nas zonas balneares do continente e Açores
Comunidade açoriana de Rhode Island apela a David Neeleman para a Breeze Airways fazer voos directos para os Açores
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores