Edit Template

Bombeiros Voluntários foram “verdadeiros heróis”no combate ao incêndio no HDES, afirma o autarca Pedro Nascimento Cabral

O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Pedro Nascimento Cabral, realçou anteontem o inestimável valor e importância dos bombeiros, tendo afirmado que foram “verdadeiros heróis” no combate ao incêndio que deflagrou no Hospital do Divino Espírito Santo (HDES) e no socorro à vida dos seus utentes.
“É mais do que merecida a homenagem feita a este corpo de mulheres e homens, que foram verdadeiros heróis no combate ao incêndio no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada”, afirmou o autarca, manifestando o seu “maior respeito e admiração” pelos bombeiros que estiveram envolvidos na operação.
Pedro Nascimento Cabral falava no quartel da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada, após a cerimónia de homenagem que foi promovida pelo Governo Regional dos Açores aos mais de 190 bombeiros que combateram o incêndio no HDES, a 4 de Maio.
O Presidente do município quis, por isso, agradecer “a prontidão e o altruísmo” com que os bombeiros acudiram à situação e voltou a reconhecer a missão absolutamente ímpar que desempenham ao nível da protecção e socorro da vida e do património.
“É da mais extrema justiça que todos saibamos reconhecer o papel dos bombeiros desta Região, sempre os primeiros a socorrer as nossas populações em situações extremas e tantas vezes dramáticas”, reforçou, partilhando a convicção de que “são a grande força da estrutura da protecção civil regional”.
Pedro Nascimento Cabral não quis também deixar de enaltecer “a forma solidária, articulada e abnegada” com que “profissionais de saúde, forças militares e de segurança pública, e mais estruturas da protecção civil, como o Serviço Municipal de Protecção Civil”, se mobilizaram para evacuar os doentes do hospital e dar resposta às suas necessidades.
Lembrou, nesse seguimento, que a Câmara Municipal de Ponta Delgada cedeu o Pavilhão Carlos Silveira para a instalação do Posto Médico Avançado, uma estrutura que vai permitir receber os utentes que foram deslocados para a Unidade de Saúde da Ilha de São Miguel e retomar o agendamento das consultas programadas no Centro de Saúde de Ponta Delgada.
“O Posto Médico Avançado está preparado para receber cerca de três dezenas de utentes, havendo ainda capacidade para aumentar o número de camas, se necessário”, indicou Pedro Nascimento Cabral.
A terminar, o Presidente do município reafirmou a disponibilidade da autarquia para continuar a cooperar com o Governo Regional dos Açores no sentido de minimizar todos os constrangimentos relacionados com o incidente.
Recorde-se que durante a operação de evacuação do Hospital do Divino Espírito Santo foram mobilizados 35 funcionários da Câmara Municipal de Ponta Delgada, dois autocarros para o transporte de passageiros, seis viaturas pesadas para o transporte de material hospitalar e cinco viaturas ligeiras para o transporte de material e profissionais de saúde.

Edit Template
Notícias Recentes
Governo destaca Marca Açores como uma ferramenta essencial na promoção dos produtos e serviços do arquipélago
Presidente do Governo reafirmou ao Almirante Gouveia e Melo os poderes autonómicos dos Açores na gestão do mar
Padre Duarte Melo e Leonor Anahory defendem que se deve aproveitar o saber dos mais velhos para ajudar a formar os mais novos
Dezenas de pessoas “com muita devoção pelo Espírito Santo” ajudaram nos preparativos das 13 mil sopas que serão servidas hoje no Campo de São Francisco
Cinco detidos no aeroporto de Ponta Delgada com documentos de identificação falsos
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores