Edit Template

Descarregadas nas lotas dos Açores1.327 toneladas de pescado no valor de 4,4 milhões €

Foram descarregados em lota, em Abril, nos Açores, 1.326.954 kg de pescado – sem incluir pescado rejeitado, caldeirada e algas não destinadas a consumo humano –, com um valor total de 4.366.588 euros, dos quais 1.310.564 kg foram de peixe (98,8%), correspondendo a 95,8% do valor monetário total das descargas.
Mais de metade das descargas foram efectuadas na ilha de São Miguel (55,3%) e 49,9% do valor total das vendas foi gerado nesta ilha. A ilha das Flores apresentou o preço médio mais elevado (15,77 €/kg), valor consideravelmente superior à média regional (3,29 €/kg). Em termos de variação, o volume de pescado descarregado em lota teve um acréscimo de 81,0% relativamente ao mesmo mês do ano passado, aumentou cerca de 125,8% em relação ao mês anterior e diminuiu 1,8% na média dos últimos 12 meses. Relativamente ao valor do pescado descarregado em lota, verificou-se uma variação homóloga mensal positiva de 31,7%, uma variação em cadeia mensal positiva de 47,4% e uma variação média dos últimos 12 meses positiva de 1,0%.
Quanto ao preço médio, neste mês diminuiu 27,3% face ao mesmo mês do ano passado, para 3,29 €/kg, decresceu 34,7% em relação ao mês anterior e diminuiu 2,8% na média dos últimos 12 meses.
Por ilha, verifica-se que em Santa Maria foram capturados 183 400 kg de peixes, que renderam 424.341 euros.
São Miguel destacou-se com 727.800 kg de peixes capturados, totalizando 2.090.352 euros. As capturas de moluscos somaram 6.131 kg, avaliados em 74.849 euros, e os crustáceos foram 203 kg, gerando 12.047 euros. O total de capturas em São Miguel foi de 734.134 kg, com um valor de 2.177.248 euros.
Na Terceira, as capturas de peixes totalizaram 60.278 kg, correspondendo a 460.102 euros. Foram capturados 640 kg de moluscos, avaliados em 5.366 euros, e 479 kg de crustáceos, gerando 17.044 euros. No total, a Terceira registou 61.397 kg de capturas, com um valor de 482.512 euros.
A Graciosa registou 7.523 kg de peixes capturados, no valor de 122.472 euros. As capturas de moluscos foram de 7.876 kg, gerando 65.871 euros, sem registo de capturas de crustáceos. O total de capturas na Graciosa foi de 15.399 kg, com um valor de 188.343 euros.
Em São Jorge, foram capturados 27.884 kg de peixes, que renderam 105.202 euros.
No Pico, foram capturados 68.959 kg de peixes, correspondendo a 232.491 euros. As capturas de moluscos foram de 499 kg, avaliados em 4.317 euros, e de crustáceos 277 kg, gerando 343 euros. O total de capturas no Pico foi de 69.735 kg, com um valor de 237.151 euros.
O Faial registou-se o total de capturas de 225.303 kg, com um valor de 604.801 euros.
Nas Flores, foram capturados 6.692 kg de peixes, que renderam 105.611 euros. As capturas de moluscos somaram 31 kg, avaliados em 412 euros, sem registo de capturas de crustáceos. O total de capturas nas Flores foi de 6.723 kg, com um valor de 106.022 euros.
No Corvo, foram capturados 2.825 kg de peixes, correspondendo a 37.131 euros, sem registo de capturas de moluscos e crustáceos. O total de capturas no Corvo foi de 2.825 kg, com um valor de 37.131 euros.

Edit Template
Notícias Recentes
Mulheres em situação de sem-abrigo em São Miguel estão “em profundo sofrimento psicológico pela situação em que vivem”
Sónia Melo distinguida com o Prémio Cinco Estrelas Regiões na categoria chef privada
“O folclore é sempre o parente mais pobre da cultura”, afirma Filomena Loura, Presidente do Grupo Folclórico da Lomba do Cavaleiro
Tem crescido o número de caravelas-portuguesas avistadas nas zonas balneares do continente e Açores
Comunidade açoriana de Rhode Island apela a David Neeleman para a Breeze Airways fazer voos directos para os Açores
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores