Edit Template

Mais de mil mergulhos e quinze novas espécies identificadas no mar profundo dos Açores

Os esforços de investigação realizados durante os últimos anos, colocaram Portugal, e os Açores em particular, como uma das regiões do mundo com maior conhecimento sobre o mar profundo.
No último ano, os investigadores do Grupo de Investigação do Mar Profundo dos Açores (ADSR), do Instituto de Investigação OKEANOS, visitaram todas as 140 áreas dentro da ZEE dos Açores com menos de 1000 m de profundidade, tendo realizado cerca de 1150 mergulhos – 930 dos quais com a Azor drift-cam-, exploraram cerca de 760 km de fundo e produziram mais de 1300 horas de vídeo. Os resultados e as novas descobertas serão apresentados amanhã, dia 7 de Junho, num evento aberto ao público na cidade da Horta.

Edit Template
Notícias Recentes
“Câmara Municipal de Ponta Delgada deixou praticamente de investir na vila das Capelas nos últimos anos”, afirma Manuel Cardoso
“Sou um bocadinho vulcão dos Açores e as minhas equipas reflectem essa personalidade,”assume a treinadora do Sporting, Mariana Cabral
Marcha com mais de 100 marchantes jovens promete hoje muita “brincadeira e diversão” nas Festas do São João da Vila
“Estas ilhas oferecem-nos sensibilidade, alegria, amor e dádiva que nenhum outro lugar do mundo oferece,” afirma António Rego
Maycon Melo veio de Mato Grosso no Brasil para os Açores para fazer do sushi a sua vida
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores