Edit Template

CF Pauleta A de novo a melhor equipa açoriana

O Clube Futebol Pauleta, através da equipa de sub 13 desta época, foi, mais uma vez, o melhor dos Açores no final da décima edição do Pauleta Azores Soccer Cup.
A equipa campeã de São Miguel, cedendo no campeonato apenas um empate nos 14 jogos, marcando 57 golos e consentindo 8, começou por destacar-se no torneio ao ser primeira classificada no grupo D por ter ganho ao Sporting, por 4-3, e à Escola de Futebol Benfica/Azor Sports Clube, por 2-0.
Na segunda fase venceu o Marítimo da Madeira por 4-1. No jogo de acesso à final, perdeu, por 2-1, com o Paris Saint Germain. Fora da final, disputou o acesso ao terceiro lugar com o Sporting.
A equipa “leonina” perdeu a hipótese de revalidar o título conquistado em 2023 e de constar no palmarés com cinco primeiros lugares ao ser derrotada, por 3-2, pelo Benfica, depois de ter estado com dois golos de vantagem.
O jogo de apuramento dos terceiro e quarto classificados foi entretido e bem jogado. A equipa do CF Pauleta esteve novamente em bom plano. Chegou ao fim dos 25 minutos da primeira parte a vencer por 1-0, sofrendo os dois golos que conferiram o triunfo do Sporting, por 2-1, na segunda parte.
O Sporting terminou em terceiro lugar, repetindo as classificações de 2017 e de 2018.
O CF Pauleta A fixar-se na quarta posição, igualou a prestação de 2022.
O Clube União Micaelense foi a segunda equipa melhor classificada entre as seis açorianas que competiram no Complexo Desportivo Pedro Pauleta no Sábado e no Domingo. No Grupo B começou por golear o SC Lusitânia por 7-0, perdendo, por 3-2, com o Paris St. Germain.
A configuração dos jogos colocou como adversárias do União Micaelense equipas fortes. Perdeu, por 2-0, com o Benfica e também por 2-0 com o FC Porto. Na qualificação para os sétimo e oitavo lugares foi derrotado, por 3-2, pelo Marítimo da Madeira.

Benfica Vencedor

Pelo segundo ano o Benfica foi o vencedor do torneio dedicado a atletas dos escalões de sub 12 e de sub 13.
Na final ganhou, por 2-0, ao Paris St. Germain. Para atingir o jogo decisivo o Benfica derrotou, por 1-0, o Raptors FC, de Chicago (EUA), e, por 8-0, o FC Pauleta B. Na segunda fase venceu, por 2-0, o União Micaelense e na terceira fase o Sporting, por 3-2.
A equipa de Paris, vencedora em 2017, foi segunda classificada, a mesma posição obtida em 2013 e em 2015.
Quinto lugar para o FC Porto. Venceu, por 5-1, os norte americanos do Raptors FC.
O Marítimo da Madeira foi sétimo posicionado ao ganhar, por 3-2, ao União Micalense.
Nono lugar para a Escola de Futebol Benfica/Azor Sports Clube, por ter ganho, por 2-1, o FC Pauleta B.
O CD Santa Clara, venceu, por 2-0, o Lusitânia, que terminou no 11.º lugar.

Prémios

Como sempre acontece neste torneio infantil, foram atribuídos vários prémios.

Os vencedores foram:
Melhor marcador: Gabriel Paiva (Benfica), 9 golos.
Melhor jogador: Martim Vaz (Sporting)
Melhor guarda redes: Dwann Djongoue (PSG)
Jogadora fair play: Carlota Sousa (CF Pauleta A)
Jogador fair play: Alexandru Cionabu (PSG)
Equipa fair play: Rockford Raptors FC

Assistência recorde

A contabilização da organização em termos do número de pessoas presentes nos dois dias do torneio cifra-se nas cerca de 4.500, estabelecendo o recorde em 10 edições.
Todos os 28 jogos foram transmitidos em directo através do YouTube, com narradores e com comentadores. Foram perto de 10 mil as visualizações.
Quatrocentas pessoas utilizaram o sistema app do torneio, a funcionar pela primeira vez. Trata-se de uma das 20 aplicações móveis nacionais de desporto mais populares do momento.

Organização

A organização do torneio tem, mais uma vez, nota elevadíssima.
Com as condições atmosféricas a colaborarem desde a cerimónia de abertura, pela primeira vez realizada nas Portas da Cidade, tudo, até à cerimónia de encerramento, correu a preceito.
São 114 as pessoas que colaboraram na organização, dispersos por todas as áreas. Todas afinadas e cada qual a desempenhar a função a preceito. Nada falhou.

Edit Template
Notícias Recentes
“Câmara Municipal de Ponta Delgada deixou praticamente de investir na vila das Capelas nos últimos anos”, afirma Manuel Cardoso
“Sou um bocadinho vulcão dos Açores e as minhas equipas reflectem essa personalidade,”assume a treinadora do Sporting, Mariana Cabral
Marcha com mais de 100 marchantes jovens promete hoje muita “brincadeira e diversão” nas Festas do São João da Vila
“Estas ilhas oferecem-nos sensibilidade, alegria, amor e dádiva que nenhum outro lugar do mundo oferece,” afirma António Rego
Maycon Melo veio de Mato Grosso no Brasil para os Açores para fazer do sushi a sua vida
Notícia Anterior
Proxima Notícia
Copyright 2023 Correio dos Açores