Sinagoga de Ponta Delgada é notícia internacional

 A Sinagoga de Ponta Delgada - Museu Sahar Hassamaim continua a registar um elevado número de visitantes, não apenas daqueles atraídos pela cultura judaica, mas de muitos forasteiros que passam por esta cidade e que manifestam o desejo de entrar naquele histórico templo religioso e cultural.
José de Mello, enquanto historiador e Director do museu hebraico de Ponta Delgada, tem tido uma meritória acção de valorização e promoção daquele espaço,  inaugurado a 23 de Abril de 2015, após obras de recuperação e de adaptação daquela que foi a antiga Sinagoga Sahar Hassamaim, fundada no dia 21 de Dezembro de 1836, por um grupo de judeus oriundos de Marrocos.
O Museu Sahar Hassamaim foi nas duas últimas semanas notícia no Telégrafo de Londres, recebeu a disigner internacional de interiores Nini Andrade Silva, a jornalista da RTP1, Fátima Campos Ferreira, o Comendador da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, a Dama da Ordem de Malta Maria Filomena Ataíde, a Embaixadora dos Estados Unidos da América em Lisboa, que se fez acompanhar da cônsul dos Estados Unidos da América nos Açores, bem como do Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, para além de grupos de judeus de Israel e dos Estados Unidos.
Por outro lado, José de Mello irá participar em duas vídeo-conferências, sobre os judeus nos Açores, sendo uma em Londres, no mês de Setembro, e outra em Marrocos, agendada para 15 de Junho. O Director do Museu Hebraico dará ainda uma conferência no Funchal, a 8 de Junho, na Casa da dos Açores na Madeira, sobre os legados hebraicos do Atlântico.
O Museu dispõe de quatro compartimentos visitáveis, mormente o Mikeve, antiga zona dos banhos rituais; o Espaço da Memória, dedicado aos legados culturais e históricos da presença hebraica no arquipélago dos Açores, com realce para dois momentos – primeiro, a presença de judeus e/ou cristãos novos nas ilhas, nos séculos XV e XVI e segundo, os judeus oriundos do norte de África, a partir de 1818; o Quarto da Memória, em torno das irmãs Albo e da decadência do imóvel que alberga a Sinagoga e, por último, a Sinagoga Sahar Hassamaim, com legados inerentes à mesma.

 

Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker