Regata do Solstício com nove embarcações

Decorreu em 19 de Junho, mais uma edição da Regata do Solstício, evento inserido no programa festivo das Sanjoaninas/2022.
Sublinhe-se, a propósito, que a mencionada regata é a primeira de cinco do designado Campeonato de Vela Cruzeiro do Clube Náutico de Angra do Heroísmo (CNAH) e teve como palco as baías a sul da cidade açoriana património mundial.
Marcaram presença nove embarcações, só que, mais uma vez, o vento estava bastante forte, o que condicionou sobremaneira a participação de mais de metade dos inscritos.
Ainda assim, os que conseguiram participar foram destemidos e concluíram a regata com reconhecida destreza, sinónimo de aptidões inatas para a prática da modalidade.
Competiram no evento do CNAH, na Classe Open, dos mais de 33 pés até aos 36 pés, as seguintes embarcações (nome e skipper): James/Paulo Barcelos, Avé Maria/João Braga, Allegro Vivace/Duarte Barcelos, Flicka/Marco Peixoto e Asante/Siegfried.
Já na Classe Open, mas até aos 33 pés, apresentaram-se os barcos que se seguem (nome e skipper): Rodamon/Nuno Peixoto, Bonito/António Faria (Tony) e Tamarin/Jorge Bettencourt (Jorge Regalo).
Por fim, ainda na Classe Open, mas mais de 36 pés, competiu a embarcação Peter Gynt/José Carlos.
Registe-se, em jeito de conclusão, que a classificação final obedeceu à ordem apresentada nesta reportagem. O CNAH - emblema que está, por direito próprio, entre os baluartes do desporto náutico das ilhas de bruma - funciona na Estrada Gaspar Corte-Real, n.º 1, freguesia de Sé, concelho de Angra do Heroísmo.
                                                                                     

DI/CA

 

Print
Autor: CA

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker