Mulher acusada de 21 crimes de furto estava em prisão domiciliária mas fugiu de casa e o juiz mandou-a para a cadeia

A Divisão Policial de Ponta Delgada informou que a Brigada de Investigação Criminal – BIC, da Esquadra da Lagoa, no decorrer de uma operação policial identificou e deteve uma mulher, de 19 anos, no concelho de Lagoa, pela presumível autoria de um crime de evasão.
Na sequência de um alerta de que um individuo, sujeito à medida de coação de obrigação de permanência na habitação, após ter cortado a pulseira eletrónica que lhe tinha sido colocada, se teria ausentado ilegitimamente do interior do domicílio onde se encontrava privada da liberdade, a aguardar a realização do julgamento.
Nos últimos dias, a BIC de Lagoa, em coordenação com outros meios da PSP, desenvolveu diversas diligências policiais, de caráter urgente e prioritárias, tendentes para a localização da referida cidadã.
Resultante do acervo informacional, recolhido junto de diversas fontes abertas, foi montada uma operação policial em pleno centro do concelho de Lagoa, que culminou com a execução de uma busca domiciliária, onde os investigadores da PSP localizaram e intercetaram a evadida, no exato momento em que se escondia no interior de uma moradia, próxima do Porto dos Carneiros, depois de ter estado em fuga durante cerca de sete dias.
A detida que, para além do crime de evasão, está também fortemente indiciada na prática de 21 crimes de furto, foi presente à Autoridade Judiciária competente sendo-lhe aplicada a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva.

 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker