Elisabete Inácio – Cabeleireiro e Estética na Rua Dr. Guilherme Poças Falcão

“Os principais clientes são senhoras embora os homens já comecem a procurar mais a área de estética”

O seu interior é acolhedor, com uma decoração a condizer e com frases decorativas motivacionais, destacando-se uma em particular: ‘Seja Bem-vindo e volte sempre’.
O salão já funciona há alguns anos, mas como negócio da nossa entrevistada, há quase uma década. “Trabalhava por conta de outra pessoa que cá estava, só que depois ela seguiu a sua carreira profissional noutro local e fiquei a gerir o salão, e aqui estou há oito anos”. Curiosamente, a patroa era esteticista e Elisabete Inácio era a cabeleireira. No presente, a nossa interlocutora, de 36 anos de idade, é a patroa e Ana Sofia é a esteticista, o seu “braço direito”, conforme fez questão de sublinhar.
Como em quase tudo na vida, “não se pode realizar ou conseguir algo sem correr risco”, e foi isso que Elisabete Inácio fez. “Não foi propositado, mas arrisquei. Podia dar certo como podia não dar certo, mas graças a Deus deu certo”, relevou.

Mais senhoras do que homens

Os clientes do salão Elisabete Inácio – Cabeleiro e Estética são mais senhoras do que homens, “embora os clientes masculinos já comecem a procurar mais a área de estética, a nossa maior clientela são senhoras”.  Brushings, cortes, coloração ou madeixas são alguns dos serviços mais requisitados pelas senhoras. Técnicas que Elisabete Inácio já desenvolve com naturalidade, fruto dos anos de experiência.
Os clientes são maioritariamente locais, embora a rua esteja muito bem situada, com duas empresas de aluguer de viaturas nas imediações, assim como o Museu Carlos Machado e outros serviços. “Muito poucos, porque a maior parte dos turistas já vem com o cabelo cortado”.
O salão Elisabete Inácio – Cabeleireiro e Estética funciona, de terça-feira a sábado, das 09h30 às 18 horas, sem interrupção para almoço. O descanso semanal é ao domingo e à segunda-feira.

Fluxo de trabalho aumenta na hora do almoço

Curiosamente, é na hora de almoço que o fluxo de trabalho aumenta, altura em que as pessoas aproveitam para cortar o cabelo.
Mas quem é mais complicado, os homens ou as senhoras? “Ninguém é complicado, cada pessoa tem a sua personalidade. Fazer bem é ir ao encontro das necessidades de alguém”, concluiu.
Elisabete Inácio começou a praticar cabeleireiro com apenas 17 anos de idade, sem formação profissional. Depois, tentou ingressar na Escola Profissional das Capelas. “Tentei à primeira, à segunda, mas só fui aceite à terceira tentativa. Nunca desisti, mas depois fui trabalhar com alguns profissionais bastante conhecidos e foi com eles que aprendi imenso, progredi bastante na minha carreira profissional devido à minha dedicação, pelo facto de ter trabalhado com outras pessoas. Assim ganhei experiência e maturidade, para então poder começar a trabalhar por minha conta”.

“Há espaço para todos”

Sobre a concorrência, releva apenas que “há espaço para todos”. No demais, entende que “todos têm os seus clientes, temos é que continuar a ser simpáticos uns com os outros e unidos, nunca perdendo a nossa essência, porque os clientes gostam de nós por sermos simpáticas e fazermos um bom serviço, praticando preços apelativos”. A propósito disso, no salão Elisabete Inácio – Cabeleireiro e Estética, um corte de senhora custa 15 Euros, e um corte masculino 10 Euros.
No final do dia, Elisabete Inácio concilia o trabalho com a vida familiar, mas só nos dias de folga é que tenta aproveitar ao máximo o tempo livre, fazendo outras coisas que não têm qualquer relação com a sua vida profissional. “Sou muito focada e sou uma mulher de objectivos, ou seja, com o tempo, tento mostrar novas ideias às minhas clientes. Vou a acções de formação para depois fazer algo diferente para tentar progredir sempre, inovando”, até porque a responsabilidade é muita “e já tem 20 anos de carreira profissional”, concluídos no passado mês de Março.
De um modo genérico, “o sucesso só se consegue com muito trabalho”: ‘Pense, planeie, tente, faça, faça de novo, continue fazendo para alcançar sucesso’, esta é outra frase decorativa motivacional do salão.


Marco Sousa *

 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker