20 de setembro de 2022

Homem ameaça mulher com arma de fogo e tem de abandonar a casa e ficar à distância de 200m

O Comando Regional da Polícia de Segurança Pública dos Açores, no seu relatório diário, comunicou que no âmbito da atividade operacional regular desenvolvida pela Divisão Policial de Ponta Delgada, levou a efeito um conjunto de acções que culminaram com a detenção de 10 pessoas, todos homens. Assim, foi detido um indivíduo, de 48 anos, no concelho da Ribeira Grande, pela suspeita de presumível crime  de violência doméstica contra a sua companheira, através de ameaças com recurso a arma de fogo.
O detido foi presente a Autoridade Judiciária competente tendo-lhe sido aplicado as medidas de coacção de  proibição de adquirir e usar armas de fogo bem como armas brancas;  proibição de contactar por qualquer meio com a ofendida, excepcionando-se os contactos relacionados com as responsabilidades parentais;  obrigação de abandonar a habitação e proibição de se aproximar da mesma a uma distância inferior a 200 metros, com aplicação de meios de controlo à distância, julgando-se tal essencial, para integral protecção da ofendida e sujeição a tratamento que vier a revelar-se necessário quanto ao consumo de álcool.
Foi detido um indivíduo, de 37 anos, no concelho da Ribeira Grande, pela presumível prática do crime contra autoridade pública, por desobediência qualificada, condução perigosa e ameaça agravada. E também foram detidos 8 indivíduos, com idades entre os 24 e os 50 anos, em vários concelhos da ilha de são Miguel, dos quais  seis pelos crimes de condução de veículo sob a influência de álcool, apresentando uma TAS superior a 1,2 g/l;  um pelo crime de condução de veículo sem habilitação legal; e,  um pelo crime por desobediência, por condução de veículo apreendido pela PSP.
Os agentes de autoridade também identificaram o proprietário de dois animais, de espécie canina, após estes terem invadido uma propriedade privada (terreno agrícola), e mordido um animal, de espécie bovina. No decorrer das diligências, o proprietário foi devidamente autuado por quatro infracções, nomeadamente um pela falta de vacinação e registo no SIAC;  dois pelo dever especial de cuidar; e, ainda,  um por ruído de vizinhança. 
 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker