Formações de empreendedorismo do MOVE começam a 26 de Setembro na Ribeira Grande e em Vila Franca

O MOVE inicia no próximo dia 26 de Setembro (2ª Feira) mais uma edição das suas aulas de empreendedorismo. Francisca Mena é uma das quatro voluntárias que integra esta 10ª edição do MOVE Açores e explica, desde logo, a principal missão deste projecto.
“O MOVE é uma Organização Não Governamental (ONG) e o que fazemos é capacitar empreendedores locais e ajudá-los a montar os seus negócios para que estes sejam viáveis a longo prazo de forma a garantir que tenham uma fonte de rendimento para si e para as suas famílias. O MOVE está presente em São Miguel desde 2018 e já acompanhamos inúmeros projectos e a nossa actuação passa pelas nossas formações (Shake), que são gratuitas, e o acompanhamento individual aos nossos empreendedores, a fase Make”, refere.
As formações desta edição, que irão decorrer na Ribeira Grande e em Vila Franca do Campo, terão a duração de 2 meses sempre “em horário pós-laboral, das 18h30 às 20h30 para que todos possam ir”.
“Nas nossas formações falamos de conceitos básicos de gestão e aplicamos esses mesmos conceitos às ideias de negócio dos nossos formandos. Qualquer pessoa pode participar e testar a viabilidade da sua ideia. No final das formações decidimos quais os formandos que continuarão a ser acompanhados individualmente por nós, consultores, até que consigam ficar independentes. Toda a nossa actividade chega aos nossos empreendedores de forma gratuita”, realça.
Francisca Mena adianta igualmente que “o Shake é um programa de formação pensado para pessoas que já têm uma ideia, qualquer ideia é válida, mas que ainda não têm os seus negócios montados. É um programa semestral e desta vez será um programa de 8 semanas com uma aula semanal e outra de dúvidas, ou seja, uma prática e outra teórica. Pretendemos passar noções gerais de como montar um negócio, estruturar bem a ideia, definir o público-alvo, estudar o mercado, perceber qual será o investimento inicial. Damos, nestas formações, as bases de como montar um negócio”, explica.
 Esta voluntária revela que fruto de edições anteriores, o MOVE acompanha actualmente “12 empreendedores que vão desde produção e venda de cogumelos à animação turística. Qualquer ideia é validamente recebida nas nossas formações”, salienta.
Francisca Mena admite, no entanto, a existência “de alguma dificuldade em angariar formandos para esta edição.  
“Não sabemos se é pela nossa divulgação não estar a ir ter às pessoas certas, se as pessoas têm medo por acharem que, porventura, a ideia deles não é válida, mas queremos salientar que está aberto a toda a gente e que qualquer ideia pode ser uma boa ideia desde que trabalhada. Nas aulas são transmitidos conceitos básicos e, portanto, a pessoa não precisa de ter grandes conhecimentos nesta área. Isto não é algo muito restrito, é super simples e temos vários antigos formandos que ainda acompanhamos. A nossa formação ajudou-os a aumentar bastante o seu negócio”, afirma antes de explicar que “podem ir à nossa página do MOVE ou ir às nossas redes sociais, estão lá os nossos contactos e qualquer dúvida que tenham não hesitem em contactar-nos”.                     

 

Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker