Presidente da Assembleia Legislativa Luís Garcia afirmou que a Autonomia dos Açores “tem falhado na coesão e que urge encontrar caminhos e soluções”

 O Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Luís Garcia, afirmou ontem, ao final da tarde, na ilha das Flores, que a Autonomia Regional tem falhado na coesão e que urge encontrar “caminhos e soluções, para que possamos ter mais sucesso neste desígnio autonómico”.
 Falando na abertura da conferência “45 Anos de Autonomia – O Desafio da Coesão”, que teve lugar ao final da tarde, no Auditório do Centro Cultural de Santa Cruz das Flores, o Presidente da Assembleia Legislativa dos Açores reconheceu que apesar de estar plasmada no artigo 3º do Estatuto Político-Administrativo dos Açores, onde se assume que “o desenvolvimento económico e social da Região, e o bem-estar e qualidade de vidas das populações” se devem basear “na coesão económica, social e territorial”, a Região não atingiu “resultados satisfatórios” ao longo destes 46 anos.
“Todos sabemos que o caminho que temos pela frente é difícil”, afirmou o Presidente Luís Garcia, sublinhando que não se pode perder “a bússola que deve orientar o desenvolvimento integral de todas as parcelas do nosso arquipélago”.
“Se alguma parcela ficar para trás é a própria Autonomia que falha”, afirmou o Presidente da Assembleia Legislativa dos Açores, falando da ilha mais ocidental da Europa, onde “a insularidade e ultraperiferia são ainda mais sentidas”.
“Neste contexto, as políticas de coesão e os fundos comunitários da União Europeia são absolutamente determinantes para o nosso desenvolvimento, e têm de ser aplicados de forma rigorosa e criteriosa”, acrescentou o Presidente Luís Garcia na conferência, que foi a sexta deste ciclo, organizado pela Assembleia Legislativa dos Açores no âmbito das comemorações da Autonomia Regional, e que tem vindo a percorrer as ilhas do arquipélago ao longo do último ano, por iniciativa do Presidente do Parlamento açoriano.
Para além do Presidente da Assembleia, que presidiu ao evento, a conferência teve ainda três oradores principais, nomeadamente o professor João Carlos Teixeira, da Universidade dos Açores; o Deputado ao Parlamento Europeu, José Manuel Fernandes e a Comissária Europeia para a Coesão e Reformas, Elisa Ferreira, tendo ainda usado da palavra o Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz das Flores, José Carlos Pimentel Mendes.
Conhecedor da realidade económica açoriana e representante da Academia Açoriana, o ProfessJoão Carlos Teixeira, Presidente da Faculdade de Economia e Gestão da Universidade dos Açores, falou sobre “O desafio da coesão económica e social dos Açores”.
Já o eurodeputado José Manuel Fernandes, conhecido pela sua experiência em matérias relacionadas com o desenvolvimento regional e fundos comunitários, fez uma comunicação virada para a necessidade de “Reforçar a Coesão, Competitividade e Convergência”.
A sessão contou ainda com a participação da Comissária Europeia para a Coesão e Reformas, Elisa Ferreira, que, embora não tenha conseguido chegar à ilha das Flores, fez questão de participar na conferência gravando a sua comunicação em vídeo, onde falou sobre “Autonomia, Coesão e Desenvolvimento económico”.
Para além da Conferência, o Presidente da Assembleia Legislativa dos Açores, que chegou à ilha das Flores no Domingo, reservou dois dias reuniões e visitas relacionadas com a auscultação das preocupações da população da ilha das Flores.
O Presidente Luís Garcia começou o programa oficial da sua visita com uma reunião com o Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz das Flores, seguindo depois para o concelho das Lajes das Flores, onde reuniu também com o Presidente de Câmara Municipal, visitando de seguida as obras do porto das Lajes, para tomar conhecimento do andamento das obras de recuperação dos estragos causados pelo Lorenzo.
 Da parte da tarde, o Presidente da Assembleia visitou as instalações da Delegação da ALRAA nas Flores e reuniu com os deputados eleitos pelas Flores. Ao final da tarde reuniu ainda com o Presidente do Conselho de Ilha das Flores, de quem ouviu as principais preocupações dos florentinos. O programa da visita oficial do Presidente da Assembleia à ilha das Flores terminou ontem de manhã, com uma reunião com o Conselho de Administração do Centro de Saúde das Flores.

 

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker