Empresário José Manuel Rebelo Mourato

População pode manifestar-se contra obra de saneamento básico da Ribeira Grande para Rabo de Peixe e impedir que esta continue

O empresário José Manuel Rebelo Moura encomendou numa gráfica 1.500 panfletos a insurgir contra as obras de saneamento básico da Ribeira Grande e Ribeira Seca para a ETAR de Rabo de Peixe.
No panfleto,  intitulado “Saneamento Básico da Ribeira Grande a caminho de Rabo de Peixe”, José Mourato afirma que “a população de Rabo de Peixe, infelizmente, nunca foi informada devidamente sobre estas obras, as quais são do conhecimento dos autarcas de Rabo de Peixe, silenciosos, inertes e coniventes.”
Estas obras, prossegue, “podem originar e agravar o ambiente da nossa costa marítima, a qual se encontra por limpar há largos anos, sendo promessa constante dos manifestos eleitorais dos partidos, cujo o desfecho é completamente negativo”.
No panfleto, assinado por um grupo de cidadãos residentes na vila, refere-se que as obras de saneamento básico da Ribeira Grande “estão a caminho de Rabo de Peixe. A gravidade desta situação são os dejectos e os detritos residuais que vão ser despejados na ETAR na zona da Cofaco, a qual já emite há anos cheiros nauseabundos sobre a população daquela área massacrada”.
José Mourato manifesta-se em “defesa do ambiente e do ar puro que queremos respirar. E salienta que “vimos denunciar esta situação discriminatória, pois estes detritos poderiam ser tratados numa freguesia próxima da cidade da Ribeira Grande”.
Lê-se no panfleto que Rabo de Peixe “não é o caixote de lixo do concelho e queremos que a população desta vila seja esclarecida com transparência e frontalidade, de forma a não sermos mais manipulados pelas autarquias”.
Desta maneira, completa, “vimos sensibilizar a Câmara Municipal da Ribeira Grande e a Junta de Freguesia de Rabo de Peixe, no sentido de auscultar a população de Rabo de Peixe a qual deve ser soberana e, em conjunto, procurar-se uma solução diferente” para o saneamento básico da Ribeira Grande e Ribeira Seca. Este panfleto levou o Correio dos Açores a entrevistar o empresário José Mourato.
 
Correio dos Açores - Porque razão critica o facto do saneamento básico da Ribeira Grande ir para a ETAR de Rabo de Peixe?
José Mourato (empresário) – É um absurdo. Rabo de Peixe tem sido uma vítima, uma lixeira. Eu sei disso porque sou, desde criança, de Rabo de Peixe.
Quando construíram a fábrica da Cofaco diziam que iam colocar filtros na saída dos esgotos para o mar e que não haveria cheiros. E hoje não se pode estar por perto da fábrica por causa dos maus cheiros e o Estado não faz nada.
O saneamento básico em Rabo de Peixe foi feito com dinheiro da União Europeia e com o empenho da Noruega. Por isso é que uma das ruas de Rabo de Peixe se chama Noruega.  
Agora querem trazer o saneamento básico da Ribeira Grande para Rabo de Peixe. Eles têm a mesma costa que nós temos. Então, se é como diz o senhor Presidente da Câmara, que “a água sai da ETAR limpa de tal forma que ele consegue beber”, então porque é que ele abre caminho ao longo de quatro quilómetros para levar os resíduos da Ribeira Grande para a ETAR que temos em Rabo de Peixe? Na Ribeira Grande existe uma pequena ETAR. Então, porque não a ampliaram e encaminhavam para lá o saneamento básico da Ribeira Grande, Ribeirinha, Santa Bárbara e Ribeira Seca. Não venham para Rabo de Peixe pôr mais lixo. Que raio de ecologistas são estes?
Eu quero que o Turismo se sinta confortável em Rabo de Peixe da mesma forma como se sente nas outras freguesias, vilas e cidades da ilha. Rabo de Peixe não é uma vila do terceiro mundo. Rabo de Peixe é uma vila civilizada. Há grandes indústrias instaladas em Rabo de Peixe. Somos a vila com mais emprego. Temos o Mariano Gouveia, temos a Cofaco, temos os ‘Vieiras’, os ‘Papagaios’, temos as fábricas de rações e de iogurtes em Rabo de Peixe. Esta é uma freguesia grande e temos de olhar por esta gente.
O que dizem é que o povo de Rabo de Peixe é nojento. Já foram ver as casas deles? Estão limpíssimas. Ora, eu vivo em Boston e as saídas da cidade para a 93 e para a 95 também têm lixo. As pessoas também vão lá colocar lixo mas estão lá a limpar dia após dia.
Se a Ribeira Grande tem 20 funcionários na limpeza das ruas, temos que ter 10 em Rabo de Peixe. Temos quase 10 mil habitantes. Isto é uma vergonha e é sempre o Zé Povinho que paga. Está na hora de olharmos pela população de Rabo de Peixe.

A população de Rabo de Peixe não deveria ter sido ouvida antes de se iniciar o saneamento básico da Ribeira Grande para Rabo de Peixe?
A população não foi informada que o saneamento básico ia para Rabo de Peixe. Simplesmente disseram que eram esgotos de água. E há seis meses atrás, eu soube, em Boston, que eles tinham iniciado o saneamento básico na Ribeira Seca em direcção a Rabo de Peixe e que tinham interrompido a via entre as duas freguesias.  
Quando cheguei a São Miguel fui fazer uma visita à obra e fiquei um bocado preocupado. À subida do morro estão a construir uma plataforma em cimento que até parecia que iriam construir uma central nuclear. Mas o que estão a construir é uma base em ferro e cimento para instalar uma bomba para puxar os dejectos e os detritos para o cimo do morro (o arrebentão) e, a partir daí o saneamento é feito a descer até Rabo de Peixe.
A Ribeira Grande é mais baixa que Rabo de Peixe. E eles, com aquelas bombas vão bombear dejectos da Ribeira Grande para os colocar no mar a partir da ETAR de Rabo de Peixe.
O dinheiro que eles estão a investir naquela obra é uma loucura. E aquele é dinheiro dos nossos impostos. E eu também pago impostos aqui.

Qual foi a posição dos vereadores da Câmara da Ribeira Grande que são de Rabo de Peixe?
A posição deles foi votar favoravelmente esta obra de saneamento básico do concelho da Ribeira Grande para Rabo de Peixe. E, antes de votarem, eles tinham que dar conhecimento à população de Rabo de Peixe das implicações que terá a obra na sua qualidade de vida e então ficarem verdadeiramente informados. Eles não fizeram isso. Pelo contrário, andaram a esconder tudo. Ora, os políticos são eleitos em Rabo de Peixe para defender a população da vila. E eles votaram a favor da obra. E porquê? Como sabe, este é o último mandato de Alexandre Gaudêncio na Câmara da Ribeira Grande e vai haver uma ‘guerra’ política para a escolha do novo Presidente da Câmara. E o Presidente da Junta de Freguesia de Rabo de Peixe quer ficar bem no concelho para, depois, ser eleito para a Câmara.
Quer que lhe diga uma coisa? Eu sou do PSD. E votei para a eleição da actual Junta de Freguesia de Rabo de Peixe. Mas isso não impede de os criticar quando não estiverem a agir bem. E aquela obra de saneamento básico é um absurdo que Rabo de Peixe não deve aceitar.

Dado que a obra está tão avançada, em sua opinião, qual a solução que se deve adoptar?
A obra não está tão adiantada como está a dizer. A obra está uns 500 metros dentro da freguesia de Rabo de Peixe depois de percorrerem  3,5 quilómetros ao longo da freguesia da Ribeira Seca. E eu julgo que nem tem meio quilómetro em Rabo de Peixe. Eles têm é que fazer a ETAR na Ribeira Seca e desviar o saneamento básico para lá. Porque hão-de vir para cá? Nada daquilo que vem dentro dos tubos é nosso mas sim deles. Então, eles que fiquem com tudo lá.
E mais. Eles estão a fazer o saneamento básico ao longo de uma rua em que não se pode construir habitação só para trazer os dejectos e águas para a ETAR de Rabo de Peixe.
Mas, se a população de Rabo de Peixe quiser, vamos bloquear a rua e eles que levem o saneamento básico para a Ribeira Seca. Não está certo o que eles estão a fazer. Somos cidadãos iguais aos outros.

No seu entender, o que deve ser feito agora?
Devem interromper a obra de abertura da vala de saneamento básico em direcção a Rabo de Peixe. E devem construir uma ETAR na Ribeira Seca e levar o saneamento básico para lá. Porque não? O que eles estão a fazer representa um falhanço da Câmara Municipal da Ribeira Grande. E a população de Rabo de Peixe não deve pagar por um falhanço da Câmara.
Todo o dinheiro que está ali mal gasto é dinheiro dos contribuintes, das pessoas que pagam impostos.  
Eu sai de São Miguel há 15 meses e regressei agora. E todos os projectos que temos em Rabo de Peixe estão por acabar. Não temos um projecto pronto. Demoliram a casa em frente à Igreja de Rabo de Peixe e deixaram o espaço em cascalho. A desculpa deles é a de que ainda vão fazer o projecto. O campo de futebol foi um fracasso enorme. Gastaram milhares de euros naquele campo de futebol e ele continua a não estar nas devidas condições. Têm quartos de banho ambulantes num campo de futebol onde eles dizem que gastaram dois milhões e tal de euros. Gastaram verbalmente porque não estou a ver dois milhões e tal de euros ali investidos.

Porque considera a situação da ETAR discriminatória para Rabo de Peixe?
Porque já é demais. Todos nós devemos defender os nossos direitos. O saneamento do Pico da Pedra e das Calhetas vai para Rabo de Peixe. O Pico da Pedra não tem mar, e o saneamento teria que vir para Rabo de Peixe. Quanto a isso, tudo bem. Agora, já o saneamento da Lomba de Santa Bárbara tem de ir para a Ribeira Seca. A Ribeirinha tem mar, a Ribeira Grande tem mar. Então, o Sr. Presidente deu uma entrevista em que afirma que se podia beber a água que saía da ETAR de Rabo de Peixe. Mentira que eles não conseguem fazer isto.
E há outra coisa que quero dizer. Só 50% de Rabo de Peixe é que tem saneamento básico. A outra parte da freguesia não tem. E sabe porquê? Porque quando instalaram o saneamento básico na freguesia, se tiver uma casa com cerâmica no chão, vai abrir o corredor para levar os esgotos para o saneamento básico da rua? E a maior parte das famílias de Rabo de Peixe não o fez. Eu acompanhei a procissão de Rabo de Peixe e tive a curiosidade de olhar para os passeios das portas a ver quantas casas têm o saneamento básico ligado à rede pública. E não vi nenhum indício de que se tenha ligado os esgotos das habitações ao saneamento básico público. Então, Rabo de Peixe continua com saneamento básico à porta das casas.
É lógico que, com o melhoramento das casas, rasguem os corredores e as pessoas vão colocar o seu saneamento na rede pública. Mas, quantos anos vão ser necessários? E quando chegarmos a esta altura, onde é que Rabo de Peixe vai colocar os esgotos?
Na Ribeira Grande, Ribeirinha, Lomba de Santa Bárbara e Ribeira Seca as famílias já estão a colocar os seus esgotos na rede pública e todo este saneamento básico está a ser conduzido para Rabo de Peixe. E quando chegar a nossa vez, haverá espaço para o nosso saneamento básico.

Porque é que a população não fez uma manifestação e não se opôs à realização da obra?
Eles foram enganados. Julgaram que eram esgotos. Ninguém lhes falou em saneamento básico por onde passam também os dejectos. Já fiz uma sondagem por Rabo de Peixe sobre qual a dimensão daquela obra, e o que me dizem é que “não sabiam disso”. E a minha resposta é a de que “ficas a saber agora”.
As pessoas, em Rabo de Peixe, são ameaçadas pelo poder político. Ouvem frases como esta: “Se fizeres isso, eu não te ajudo mais”. Pelo amor de Deus, estamos em 2023.  

Então, entende que aquela obra de saneamento básico deve parar?
Sim, deve parar.

Mas já se gastou ali muitos milhares de euros?
Quando o senhor João compra uma raspadinha e não lhe sai nada, o que faz?

Nada, perco o dinheiro.

É o que a Câmara tem que fazer. Mais claro do que isso só água. E não se esqueça: Eu sou do Partido Social Democrata.

                             

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker