PSP recuperou 16 mil euros dos 20 mil que jovem furtou do interior de uma habitação

Polícias da Esquadra da Investigação Criminal do Faial procederam à identificação de uma jovem de 19 anos, indiciada pela prática do crime contra a propriedade, no concelho da Horta.
 No seguimento de denúncia por subtração de cerca de vinte mil euros em dinheiro, em zona comum, no interior de habitação partilhada com outros inquilinos.
 No decorrer de várias diligências de investigação realizadas pelos Polícias da Esquadra de Investigação Criminal da Horta, em articulação com a Brigada de Investigação Criminal da Ilha do Pico, foi possível recuperar e apreender mais de 16 mil euros, tendo este valor sido restituído ao seu proprietário.
 A investigação irá prosseguir a cargo da Esquadra de Investigação Criminal da Horta.

Detido por violência doméstica  
O Comando da PSP dos Açores, através dos polícias da Brigada de Investigação Criminal da Esquadra de Velas, da Divisão Policial de Angra do Heroísmo, procedeu à detenção de um homem de 42 anos, pela prática de um crime de violência doméstica.
 Após denúncia efectuada pela vítima, foi iniciada uma investigação pelos polícias da Brigada de Investigação Criminal da Esquadra de Velas, que permitiu descortinar um cenário de violência exercido pelo suspeito sobre a ex-companheira.
 A violência perpetuou-se por um longo período, tendo esta sofrido várias ameaças, ofensas à integridade física, perseguição e maus tratos psíquicos, perpetuados na presença dos seus filhos menores de idade.
 Por se tratar de um crime de prevenção e investigação prioritária foram, prontamente, efectuadas diversas diligências por parte dos investigadores da PSP que permitiram proceder à recolha de um conjunto de meios de provas que, após terem sido comunicadas ao Ministério Público de Velas, vieram a culminar na emissão de mandado de detenção fora de flagrante delito e busca domiciliária, visando o agressor e com o objectivo de o apresentar a interrogatório judicial, sendo ainda, nas buscas, recolhido meio de prova com interesse probatório para os autos.
 As diligências processuais culminaram com a aplicação da medida de coacção de proibição de contactos e de aproximação à vítima com controlo efectuado com recurso a dispositivos electrónicos e apresentações periódicas na Esquadra, impedindo assim o prosseguimento daquela actividade criminosa e a protecção da vítima.

Dois anos preso por conduzir sem carta
A Divisão Policial de Ponta Delgada deteve 9 homens, um dos quais de 54 anos, em reputação de flagrante delito, no concelho de Ponta Delgada, pelo crime de furto em interior de uma residência desabitada.
Na sequência da comunicação efectuada pelo lesado, foram accionados os meios policiais para o local, e após várias diligências, foi possível localizar e interceptar o suspeito, tendo sido imediatamente detido e apreendido o material que tinha na sua posse e restituído ao legítimo proprietário.
A mesma Divisão deteve 9 indivíduos, com idades compreendidas entre os 29 e os 69 anos, em vários concelhos da ilha de São Miguel: três pelos crimes de condução de veículo sob a influência de álcool, com uma taxa superior a 1,20 gramas por litro; dois pelos crimes de condução de veículo sem habilitação legal; e dois por desobediência (recusa de efectuar teste de controlo de alcoolemia e condução de veículo apreendido).
A Divisão da Polícia de Segurança Pública de Ponta Delgada procedeu ainda à execução de um mandado de detenção e condução, emanado pela Autoridade Judiciária competente, de um indivíduo, de 25 anos, na Ribeira Grande, para cumprimento de 2 meses de prisão efectiva, pelo crime de condução sem habilitação legal.
Entre os dias 10 e 13 do corrente verificaram-se 32 acidentes nas estradas dos Açores que provocaram cinco feridos e danos materiais nas viaturas.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker