PS/A propõe apoio para fazer face ao aumento da energia

O Grupo Parlamentar do PS entregou ontem na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, um projecto de resolução que prevê a criação de um apoio a famílias e empresas destinado a apoiá-las face ao aumento do custo da energia eléctrica que ocorre desde o início deste ano, para além da criação de um plano com medidas que incentivem a poupança de energia.
Sandra Dias Faria explicou que estas são medidas que vêm na sequência das já apresentadas pelo PS/Açores no âmbito do Plano de Emergência Social e Económica dos Açores, e que foi rejeitado pelos votos contra do PSD, do CDS, do PPM, do CHEGA, do IL e do PAN.
“A criação de um sistema de apoio às famílias e empresas, através da compensação do aumento dos custos da energia, por contrapartida com a estabilização dos preços de bens finais, nessa componente, é uma medida que, beneficiando as empresas, beneficiará, também, as famílias através da contrapartida referida”, adiantou Sandra Dias Faria.
A parlamentar recordou que o PS/Açores alertou, desde o primeiro momento, em Março do ano passado, para a “crise energética que se iria gerar também nos Açores na sequência da guerra da Ucrânia”, um “alerta que foi então desvalorizado pelo Governo Regional da direita, e pela maioria parlamentar que o suporta”.
“Todos perceberam isso. Desde logo as instâncias Europeias como a Comissão Europeia, que apresentou prontamente o Plano REPowerEU, que tem como principais prioridades a poupança energética, a aceleração da transição para as energias renováveis, a diversificação do aprovisionamento energético e a combinação inteligente de investimentos e reformas. Também o Governo da República já criou um Plano de Poupança de Energia 2022-2023. Só o Governo dos Açores se mantém parado e inactivo, também nesta matéria. Resulta, mais uma vez, claro que o tempo deste Governo não é o tempo das famílias e das empresas.” frisou.
A Vice-presidente do GPPS realçou que, na ótica do PS, este Plano deve ser desenvolvido “em 30 dias” e “em articulação com os parceiros sociais representativos do sector empresarial e da defesa dos consumidores e com as autarquias locais”.
Os socialistas pretendem também que o Governo Regional elabore um relatório trimestral da execução e do cumprimento dos objectivos deste Plano, a remeter à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.
“Neste momento em que os custos com a energia eléctrica vão subir na ordem dos 60% para empresas e indústria, este Governo Regional do PSD/CDS-PP/PPM, apoiado pelo CH e pela IL, tem de pôr pés a caminho, porque esse enorme aumento irá seguramente fazer disparar os preços de bens e serviços para todos os açorianos, em cima dos aumentos que já vimos a sofrer desde há um ano a esta parte. E isso poderá ser incomportável para muitos açorianos”, finalizou a Vice-presidente do Grupo Parlamentar, Sandra Dias Faria.

Print
Autor: CA

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker