Azores Airlines vai operar com o avião A330/200

A SATA contratualizou com a HIFLY a cedência do A330 para operações com os Estados Unidos e Canadá em devida altura, mas esta operação estava dependente da obtenção do acordo entre a Azores Airlines e a empresa de leasing com quem o grupo SATA tem um contrato. Acontece que a empresa de leasing precisava de dois meses para aprovar a transferência da operação entre o Grupo SATA e a HIFLY, prazo que atiraria o início da operação para Julho, o que se tornava inviável para ambas as partes este Verão. Assim sendo, o Grupo SATA tomou a decisão de mandar regressar o avião A330 para operar com ele nas rotas de Ponta Delgada para Toronto e Boston até Outubro, altura em que tomará uma decisão sobre o futuro do avião, já que aquele equipamento não se integra na estratégia definida pelo Grupo SATA, tal como já firmou ao Correio dos Açores o Presidente, Paulo Menezes.
Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker