Rocha da Relva vai fazer parte da rota do Projecto Eco-tur no concelho de Ponta Delgada

A Câmara Municipal de Ponta Delgada anunciou ontem que acaba de escolher a Rocha da Relva como rota do projecto Eco-Tur, que foi aprovado no âmbito do Programa Interreg e integra o Programa Operacional de Cooperação Territorial Madeira-Açores-Canárias (MAC) 2014-2020. A escolha, por parte do Município, da Rocha da Relva como rota do Projecto Eco-tur no concelho de Ponta Delgada tem como objectivo a valorização desta mesma rota através da criação de infraestruturas de apoio aos visitantes e da valorização dos activos naturais e etnográficos da zona através da interpretação ao longo da rota e da exposição interactiva e interpretativa a criar-se na casa de apoio, bem como de eventos a desenvolver com o grupo de acção local criado para esse efeito. Neste sentido, e já no próximo dia 22 de Maio, a partir das 16h00, vai realizar-se uma visita de campo com descida à Rocha da Relva para reconhecimento do desenvolvimento dos trabalhos estruturais já desenvolvidos e para averiguação in-loco das propostas apresentadas na última reunião do Grupo de Acção Local composto pela Câmara Municipal, Junta de Freguesia da Relva, Escola de Violas da Terra, Associação Amigos da Rocha da Relva, Grupo Folclórico da Relva e Filarmónica Nossa Senhora das Neves. Seguir-se-á uma reunião, na sede da Junta de Freguesia, para dar continuidade ao projecto de acção local. A vereadora Maria José Lemos Duarte, que tutela as áreas da educação, desenvolvimento social, cultura e turismo e sanidade animal, além de coordenar o Grupo de Acção Local do Projeto Eco-Tur. Acompanham a vereadora, vários técnicos da autarquia. Ainda no âmbito dos projectos para a Rocha da Relva prevê-se, também, a criação das instalações sanitárias neste projecto são fruto de uma necessidade apontada e aprovada no orçamento participativo da Câmara Municipal de Ponta Delgada. Relativamente à estrutura de apoio aos visitantes, será também eco modular e integrada com a paisagem servindo de posto de informação e interpretação, comunicação e de ajuda em primeiros socorros. Ambas as estruturas já se encontram em construção no lugar da Rocha da Relva. O projecto inclui, por outro lado, a criação de um grupo que está a desenvolver um plano de acção local, pontos estratégicos apontados no projeto e inseridos no plano de ação local, sinalização, mapeamento e divulgação do trilho nas redes sociais, divulgação, sensibilização e estímulo à prática do desporto e apoio à realização de eventos desportivos, culturais e recreativos. São “Chefes de Fila” deste projecto o Ayuntamiento de Teguise (Lanzarote - Canárias) e o Município de Ponta Delgada, que integra o projecto na qualidade de sócio. No total, são 16 os municípios dos Açores, Madeira e Canárias envolvidos, além dos participantes de países terceiros, nomeadamente Cabo Verde, Senegal e Mauritania. O projecto Eco-tur consiste na criação de uma rede de municípios que visa a conservação, reabilitação e criação de valor do património cultural e paisagístico mediante a renovação e diversificação da actividade turística, atendendo às tendências turísticas emergentes, nomeadamente através da criação de produtos e serviços eco-turísticos e de turismo activo nas regiões do território de cooperação. Criação de uma rede transnacional de municípios ECO-TUR estabelecendo uma estratégia conjunta para o fomento do ecoturismo e do turismo activo; implantação no território de planos de acção locais desenvolvidos pela Rede criada; lançamento e promoção dos novos produtos e serviços criados. São esses os três principais objectivos do projecto.
Print

Categorias: Regional

Tags:

Theme picker