Mais uma tarde inolvidável no estádio de São Miguel

Era domingo das festas maiores da ilha de São Miguel e o jogo era à mesma hora da procissão, um dos momentos mais altos do programa religioso. A dúvida pairou em muitas pessoas. Jogo ou procissão? Bom, o jogo é importante mas não é decisivo, por isso... Chovem as interrogações: porque não foi antecipado para o sábado ou para o domingo de manhã? Quem leu a edição deste jornal de domingo, perante a explicação do treinador Carlos Pinto, percebeu, em parte, porque coincidiu com a procissão. Mas a inclinação para o jogo daqueles que tinham dúvidas começou a ganhar força com a derrota do Penafiel na manhã de sábado com o Académico de Viseu, aumentando com a derrota, à tarde, da Académica frente ao Cova da Piedade. E ficaram dissipadas com a derrota do Arouca com o Nacional. A grande oportunidade de voltar à 2.ª Liga estava a 90 minutos de ser concretizada. Guardar para o último jogo, para mais em Viseu, com outros interessados na subida e com forças estranhas a poderem intrometer-se, não tem sido bom sinal. Não se esquece o que aconteceu a 24 de Maio de 2009 em Santa Maria da Feira (0-1) e a 25 de Abril de 2010 na Trofa (2-5). Os rapazes merecem todo o apoio. Pensaram os que já não tinham dúvidas. E de uma assistência que talvez não pudesse chegar aos dois milhares, foram mais de 8 mil num estádio que tem capacidade para 13 mil pessoas e 1.300 sentadas, em lugares cobertos. Valeu a pena e deu para tudo. Os que iam mesmo assistir à procissão, porque os que a incorporaram não colocaram o jogo como probabilidade, ainda foram a tempo. Novidade para muitos Uma festa que muitos reviveram, que outros não puderam contemplá-la ou porque a saúde não lhes permite ou porque já partiram. Para muitos foi a primeira vez e para outros já tinham lá estado, ou souberam, mas não se lembravam. E concretizou-se a subida à 1.ª Liga. Vitória por 3-0 sobre o Real Massamá, último classificado. O entusiasmo e o ruído foram enormes com o golo de Thiago Santana aos 27m, aumentando com o 2-0 de Fernando no primeiro minuto da segunda parte. Praticamente ninguém duvidada que a partir de Agosto o estádio, a necessitar de uma nova roupagem em todos os sectores, vai ter futebol de primeira. Como aconteceu nos anos de 1999 e 2000 (1.ª época) e nos anos de 2001, 2002 e 2003, correspondendo às épocas de 2001/2002 e de 2002/2003. Para a festa ter ainda mais um momento épico, surgiu o 3-0, obra de Thiago Santana, aos 59m. O estádio de São Miguel voltou a viver uma tarde inolvidável. Voltou a ser o Santa Clara a colocar os Açores na rota da 1.ª Liga. Sim, porque não se ouviu a comunicação social fora da Região a dizer o Santa Clara de São Miguel ou de Ponta Delgada. É o Santa Clara dos Açores. Bastidores vão movimentar-se? A Académica de Coimbra ao colocar na sua página oficial os “parabéns ao Nacional da Madeira e ao Santa Clara pelas respectivas promoções... Foram melhores que nós dentro das 4 linhas e não vacilaram quando tinham de vencer” pode por ponto final num luta que se fala poder estender-se aos gabinetes pelo facto de em muitos jogos do Santa Clara não ter estado no banco de suplentes o treinador credenciado com o nível exigido para a 2.ª Liga ou da falta em alguns jogos de o mínimo de 3 jogadores Sub-23. Já perceberem que no campo é que se ganha... Mas no sábado, no estádio de Coimbra, quando se aperceberam que a derrota era inevitável e a subida ficava comprometida, desfraldaram as tarjas com as frases: “NÃO PASSEM UMA FOLHA BRANCA NOS REGULAMENTOS/INCUMPRIMENTO DAS REGRAS NÃO PODE SER BRANQUEADO!” O presidente da SAD “encarnada”, Rui Cordeiro, respondeu à letra após o jogo: “Quem trabalha com competência, consegue chegar à 1.ª Liga. Deixo aqui um recado ao futebol português: deixem-se de bastidores, nos Açores ganhamos é no relvado. Nós não queremos nem vamos ter um “Caso Mateus”. Aquilo que estão a tentar fazer ao Santa Clara é uma injustiça do tamanho do mundo e nós açorianos e quem ama o futebol dentro das 4 linhas, tem de perceber que subimos com mérito, seriedade e humildade”. Resta saber se o senhor de Arouca vai ficar sossegado...
Print

Categorias: Desporto

Tags:

Theme picker